janeiro 28, 2016

Pequenas animações que passam mensagens


Ohayou ^^ Orgulho-me de dizer que o post anterior foi respondido conforme eu ia recebendo comentários - só não respondi às novas respostas (confuso?) nem à parte da Hinata ainda, como castigo por ela escrever sempre tanto ;) É claro que eu li tudo e espero que a Hinata não se ofenda com isto, eu não queria ter estendido o castigo por tanto tempo, mas ocupada como sou, não deu para fazer muito mais. Tenho algumas novidades para hoje, PORÉM, irei reservá-las para a conclusão. São coisinhas que gostarei de anunciar mas que também não têm grande relevância. 

Para o post de hoje, trago um conjunto de pequenas animações - que não são anime, apenas vídeos com lições belíssimas - acompanhadas de um pequeno comentário. Não irei tagarelar muito, já que quero dar espaço para que digam também a vossa opinião.

Something that has really moved me. What do you think?
Publicado por Tanzila Khan em Terça-feira, 4 de agosto de 2015
Então, este primeiro vídeo foi partilhado pela minha mãe no meu perfil do facebook. Se já o viram, certamente se aperceberam da mensagem relacionada com a cooperação - ou pelo menos foi o que eu notei, mas caso tenham reparado em algo diferente, digam. A progressão e ritmo do vídeo foi ótima para reforçar a mensagem, primeiro apresentando-nos a situação-problema (como levar a comida à boca com uma colher tão comprida), depois as personagens a guerrear, e finalmente o encontrar de uma solução com base na paz e na ajuda mútua. Mesmo a questão das cores delimita bem os dois momentos do vídeo: a primeira metade é retratada a preto e branco, enquanto que a segunda aviva, passando uma sensação de felicidade. Portanto, eu gostei :)

Storia zen: l'anziano e il cagnolino
Una piccola storia zen post moderna. Come un cartone animato possa insegnare tanto, buona visione !Condividi e diventa fan di Video Incredibili
Publicado por Video Incredibili em Terça-feira, 7 de Maio de 2013
Ha, não falar de animais num post meu seria pouco típico, certo? Este vídeo é extremamente curto e retrata um monge que, no começo, ficava aborrecido com um cão que interrompia constantemente os seus exercícios. Contudo, após fazer algo de que se arrepende - sim, eu vou obrigar-vos a ver o vídeo para saber o que é - vai começar a valorizar a sua companhia e até conseguirá conciliar o seu estilo de vida com a presença do animal. Ou deverei dizer amigo? A animação é simples e a narrativa também, mas bonita e eficaz no que toca a passar a sua mensagem. 

Este vídeo contém, acima de tudo, uma crítica à apatia e a determinados tipos de educação que padronizam os estudantes, futuros adultos. Aliás, é o que convém aos chefes e responsáveis por altos cargos, certo? Ter robôs à disposição, que trabalhem sem questionar. A coloração sombria e o design grotesco das personagens, que se assemelham a bonecas, também reforça o facto de serem "manipuláveis". Mas a forma como todos os dias um desses bonecos se começava a aperceber do que o rodeava conduziu a uma revolução e começou a dar-lhe vontade própria foi lindo, tudo isso animado na perfeição. 

Ora, esta história... é uma das mais bonitas. Mostra que, mesmo uma pessoa que nasce à partida sem oportunidades, poderá criar algo se não desesperar. Também trata um pouco o "poder do amor". CONTUDO, mesmo sabendo que a intenção por trás da história era totalmente boa, o final ainda me incomoda: Na sociedade do vídeo, as pessoas eram respeitadas conforme o número com que nascessem, e 2 "zeros" estavam proibidos de ter um filho. Quando isso aconteceu, porém, as pessoas passaram a respeitá-los imediatamente quando viram que eles tiveram o filho "infinito", o número mais respeitado de todos. Mas e se não tivessem tido? Não mereceriam, mesmo assim, ser respeitados? Sei lá, fiquei com a impressão de que os Zeros só foram aceites porque criaram algo que a sociedade considerava correto, ou seja, quase se viram forçados a mudar de identidade. Contudo, não me parece que as "regras" dessa sociedade tenha realmente mudado, não me parece que os zeros tenham conseguido provar o seu próprio valor, apenas que ficaram felizes por terem tido um filho que não passaria pelas mesmas dificuldades que eles. Tal pode ser encarado como um começo de mudança, mas não como a mudança propriamente dita. Bom, de qualquer modo, esse vídeo tem 12 minutos que valem a pena, e a animação é muitíssimo competente. 

Nem a mensagem, nem o final, nem mesmo as situações mostradas são precisas - tudo se parece com metáforas visuais. Mas eu acredito que esse vídeo funcione como um alerta relativamente à manipulação da sociedade. PORÉM, eu tenho outra coisa a acrescentar aqui: nós só somos manipulados se deixarmos. Na verdade, acredito que o próprio vídeo tenha tentado mostrar isso, quando a protagonista toma a decisão de lutar um pouco pela liberdade. Mas escolheu um modo demasiado "notório" para o fazer, razão pela qual acabou sendo punida. Diga-se que isso se relaciona um bocado com um post que fiz, o "O que é a inteligência?"» www

Há outras animações que gostaria de comentar, mas não o farei por falta de tempo. Por exemplo: {Heart} {Contre temps} {Premier Automne}
E agora, tenho 2 coisas a anunciar!

Uma delas é sobre... adivinhem: No.6! A versão resumida da treta é que eu apresentei No.6 numa aula de inglês, relacionando-o com o tema dos direitos humanos, algo que temos andado a dar. Mas fiz um post detalhado aqui: www Nota: Eu ilustrei todo o trabalho. Então mesmo que não tencionem ler, pelo menos abram esse post para ver os meus desenhos ^^

A outra é que finalmente consegui algum tempinho para me dedicar aos mangás. Mais especificamente, desde a sexta-feira passada que me embrenhei em Kuroshitsuji e praticamente já cheguei aos capítulos atuais, chegarei hoje mesmo. E quando acabar - para afastar o desespero da espera - irei ler Inu x Boku SS, numa troca que eu fiz com a Hina-clone: eu lia Inu x Boku ou Kamisama hajimemashita (excluí Kamisama porque as OVAS já são competentes que chegue) e, em troca, ela lia o mangá de Akatsuki no Yona, cujos capítulos mais recentes estão a mandar os meus feelings de montanha russa!

Mas claro, por enquanto eu vou surtar um bocadinho com Kuroshitsuji. Para quem só viu o anime, é claro que isto tem SPOILERS!!!

Por onde começo? Oh, sim, a revelação bombástica do Titanic Zumbi: eu já tinha visto imagens de um Undertaker badass, mas COMO ASSIM ELE É O VILÃO?!?! É incrível como ninguém consegue dar conta dele, e esse ar de vilão combinou tão bem com a personagem! Pergunto-me se ele não terá de facto algum propósito por trás da ressurreição, mas as justificações simples que ele deu também são satisfatórias por si só. O que me assustou nesse arco foi ver o "lado negro" da rainha que parece querer atrair os mortos para o seu lado, eu já suspeitava de que ela não fosse a rainha pura que parece, mas agora as intenções dela estão bem mais claras e... bah, chega de pormenores técnicos. O que importa focar no dito arco é que ver toda a gente a lutar junta num navio foi FENOMENAL! Especialmente com aquela arte perfeição da Yana Toboso e o senso de ritmo, a pontualidade impactante dos flashbacks e os ângulos do requadro que ela usa com maestria. Essas páginas foram arrebatadoras! *.* E embora eu já soubesse sobre a Lizzy, ainda tenho orgulho da rapariga, para além de ter ficado feliz ao notar que, nas suas aparições seguintes, continuou tudo como dantes.

Na verdade, eu também amei os capítulos que se seguiram - não passam tanta adrenalina quanto tudo do Titanic Zumbi, mas são excelentes (perguntinha: esse é mesmo o nome do arco ou eu é que o roubei da Hinata?) - tanto o que se passou naquela escola para nobres, lembrando-me muito Harry Potter e o sistema de Hogwarts, como o que está a acontecer no arco com a Green Witch, um pequeno génio. Oh, devo dizer que adorei o lar dela? Além disso, para além dos pormenores que adoro em Kuroshitsuji já citados, também adoro o como a tia Yana é capaz de trazer facilmente à baila personagens que no começo pareciam quase irrelevantes: O Viscount of Druitt, o príncipe Soma e o seu Mordomo, mesmo o próprio Grell que demorou até ter a sua segunda aparição no mangá... Oh, decididamente agora compreendo melhor as teorias sobre o gémeo do Ciel! E só para saber a vossa opinião: no arco do Titanic Zumbi, naquela parte em que vemos em flashback o quanto Ciel e Sebastian tiveram de treinar para se tornarem impecáveis e depois (de volta ao presente) o nosso mordomo se esforçou para alcançar a mão do Ciel, fiquei com a impressão de que de facto tinha surgido um certo apego entre os dois. Contudo, no arco da Bruxa Verde, fiquei com a impressão oposta, devido à brutalidade com a qual o demónio "acordou" Ciel (entendedores entenderão) e a alguns comentários que tem feito ("If that's how you like me, I'll act accordingly"). O quê que acham? O Sebastian realmente ficaria contente por se livrar do Ciel, ou iria continuar a lembrá-lo?

Não sei se vou conseguir responder aos comentários tão cedo, mas farei por isso. Termino com dois MMV's curtinhos de kuroshitsuji cuja edição adorei: www www

10 comentários:

  1. YOOOOOOO ANY-CHAN!

    OKKs, mulher eu poderia começar filosofando sobre os vídeos ou surtando com Sebas-chan! MAS........Eu vou ter que ser extremamente sincera aqui: Any-chan, é feio tentar infartar as pessoas, ainda mais pessoas que tem histórico de problemas cardíacos na família! EU OFICIALMENTE ACABEI DE LER OS 111 CAPÍTULOS DE AKATSUKI NO YONA LANÇADOS EM PORTUGUÊS e mulher...........PUTA MERDA! EU QUASE MORRI LENDO ESSA DESGRAÇA! TU NÃO TEM NOÇÃO DO SURTO QUE EU TIVE HOJE DURANTE A TARDE! Tava lá eu lendo as tretas da tribo da água quando vejo que o Soo-won e a galera toda iria se reencontrar.......VÉI, EU QUASE INFARTEI LENDO ISSO! MANU, MANU, MAAAANNNUUUUUUU O QUE FOI QUE EU ACABEI DE LER AQUI MINHA GENTE!? PUTA MERDA! Eu comecei a gargalhar altamente aqui em casa! Fui para a sala rindo feito louca EU FIQUEI SEM AR DE TANTO RIR! A coisa tava tão tensa, eu tava tão louca lendo aquela treta que eu comecei a surtar e a rir (sou dessas que quanto mais tenso for, mais eu acabo rindo), véi pergunte para a Nanda-chan! Ela até me mandou calar a boca por causa das minhas gargalhadas! MANU, EU TIVE QUE DAR UMA PAUSA NA LEITURA E IR TOMAR UMA ÁGUA, LAVAR O ROSTO, COMER UM DOCINHO PARA ME ACALMAR! VÉEEEEIIIIIIIIIIIII, cara quando o Hak viu o Soo-Won ele virou um demônio! Véi, aquele homem é tudo MENOS HUMANO! Putz, saiu socando todo mundo de boas, metendo a porrada em geral, o Jae-Ha levou uma porrada daquelas! VÉEEEIIIIIIIIII! Aí manu, tadinho do Hak, cara depois a Yona indo lá acalmar ele e o mesmo chorando! PUTZ, MEUS FEELS CARA, MEUS FEELS CARA! E NEM VOU MENCIONAR OS FUCKING MOMENTOS DA YONA PERCEBENDO A PIROQUINHA DO HAK! ALELUIA IRMÃOS! É PARA GLORIFICAI SENTADO, POIS OS PÉS E AS MÃOS A GENTE USA PARA APLAUDIR! FINALMENTE MEU SENHOOOOORR, FINALMENTE \O/ E a Lili que gracinha <3 Uma segunda versão da Yona <3

    Enfim, realmente Akatsuki No Yona foi uma baita surpresa para mim, eu pensava que seria algo meio InuYasha, umas viagens meio repetitivas, pensei que a Yona ficaria por muito tempo só pensando no Soo-Won, mas cara esse mangá acabou superando tudo! Véi, eu ri horrores nessa desgraça, chorei horrores e tive um puta surto que tu nem imagina! Nossa, fazia tempo que eu não entrava num sufoco desses!

    OKKKSSSS, agora focando no post: Olha, já tivemos surtos com Hak sedução, ainda vou surtar com kuroshitsuji, portanto pode esperar que esse será outro mega comentário!

    Primeiro vídeo: Achei super bacana, dos que você mostrou esse foi o que eu mais gostei! Eu pensei que no começo seria algo mais voltado para a falta de comida em algumas regiões ou sobre o egoísmo das pessoas (apesar que na parte que eles brigaram também retrata esse egoísmo), mas no final acabou se focando sobre solidariedade. Eu achei simplesmente incrível! Simples, mas direto ao ponto! Mostrando que sozinhos não conseguimos sobreviver, só iremos seguir em frente vivendo harmoniosamente com os outros a nossa volta ^^

    Segundo vídeo: Realmente seria estranho não ter nada com animais por aqui! Adorei a forma como no final o monge consegue conquistar um equilíbrio com o cachorrinho, ou seja, uma relação harmoniosa e mutualística, mesmo que essa relação mutualística não ajude na sobrevivência deles (no qual, isso é basicamente o princípio de relações mutualísticas na natureza), ainda assim mostra que é possível se beneficiar tendo uma relação harmoniosa com os animais: O monge não se sente sozinho e o cachorrinho tem com quem brincar. Aliás, esses dias deu aqui no jornal sobre rodeios com bois/touros que acontecem aqui no Sul do Brasil, ou seja, na região onde eu vivo. E mostrou que mesmo sendo um rodeio é possível conciliar a diversão e entretenimento com o bem estar animal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Terceiro Vídeo: OOOOKKKSSS, ISSO FOI TENSO PAKAS! Enfim, acho que esse vídeo pode ser também relacionado com o último vídeo, pois tendo um ensino "padronizado", sem deixar a pessoa ser ela mesma, se expressar, ver as coisas de vários ângulos e lados, apenas seguir uma rotina monótona e cômoda acaba nos levando para uma situação de conforto, de não se preocupar em questionar as coisas, apenas ir seguindo tudo conforme é nos dado, resultando na situação do último vídeo que é a manipulação da sociedade!

      Eu só não leio de imediato esse teu post lacrador de No.6 porque amanhã eu viajo e não terei tempo (para ser sincera eu ainda nem sei direito se viajo sexta ou sábado '-'), portanto eu tô com o tempo meio corrido tendo que arrumar as minhas malas Ç.Ç MAAAAASSS, eu já dei uma checada nos seus desenhos altamente lacradores! Pois, eu tenho esse lado extremamente masoquista que curte ser humilhada internacionalmente em desenhos <3

      E por fim KUROSHITSUJI:

      Na verdade, eu acho que esse arco tem outro nome, mas o povo o chama de Titanic Zumbi, pois é mais fácil de associar as coias (e também porque esse nome é mais legal). Porém, eu também não tenho certeza se é esse o nome verdadeiro ou não. ENFIM.....SSIIMMMMMM TIOZÃO UNDER É A INIMIGA RECALCADA DO DEMÔNIO VIADÃO E DA CRIANÇA PACTUADA! Véi, eu já curtia o undertaker por ser aquele cara misterioso com pinta de zuêro, MAS DEPOIS QUE ELE SE REVELOU O BAD BOSS, O MACHO ALFA SEDUÇÃO E DEPOIS DELE TER METIDO A PORRADA NA CARA DO SEBASTIAN! MANUUUUUUUUUU, VIREI FÃ DESSE CARA! ALGUÉM DÁ UM TROFÉU PARA O TIOZÃO UNDER QUE ELE COM CERTEZA MERECE <3 Porque ele foi o primeiro a conseguir fazer o Sebastian realmente lutar! Sem ficar agindo indiferente ou de boas, o sebastian se viu mal pakas para lutar com o ex-shinigami sedução! Nossa, a hora em que o Under crava a arma dele no sebastian foi O MELHOR DO ARCO <3 Junto obviamente com o Grell aproveitando a brisa do oceano em seu momento titanic <3 Ou então as entradas glamourosas dele <3 E NEM VAMOS FALAR DA SAMBAÇÃO QUE FOI A LIZZY! VÉI, a primeira vez que li esse arco foi quando minha irmã comprou o volume que tinha sido lançado aqui no Brasil, eu tava dando uma olhada rápida no carro e vi essa cena da Lizzy! Acabei dando um berro "EU NÃO ACREDITO NISSO!" E minha mãe se virou apavorada para mim pensando que tivesse dado algum acidente de carro e.e'''''

      O arco da escola também foi fabuloso! E tu viu que o tiozão Under tem alguma coisa com a avó do Ciel!? (é acho que era a avó) Porque ele tinha um pingente com o símbolo da família dele! AÍ TEM COISA MANU! Ainda acho que ele teve um baita amor com alguma mulher e essa mulher morreu, então ele se suicidou virando um shinigami (pois, no mangá fala que shinigamis são pessoas que cometeram suicídio), OU então ele deve ter perdido o seu posto de shinigami (ou abandonado ele) por causa de algum amor proibido! Enfim, por cima (mas beeeeeemmm por cima mesmo e acrescente um grande e enorme achismo) eu acho que é mais ou menos isso.

      Aliás, tu já leu os últimos capítulos lançados!? (111 e 112!?) COM O VIDENTE SEDUÇÃO QUE TÁ LACRANDO! COM O SEBASTIAN MOSTRANDO QUE TAMBÉM PODE SER ALTAMENTE PURPURINADO E GAY!? COM UTAPRI FAZENDO SHOW GAY!? SHUASHUASHAUHSUASHUA

      Enfim, eu acho que nessa história do Sebastian e do contrato dele com o ciel tem MUITO mais coisa! Não acredito que ele seja apenas um demônio que brotou para fazer contrato com o Ciel, eu não me espantaria nem um pouco se o Sebas-chan tivesse alguma relação com o pai do Ciel (que também é cheio de mistérios e segredinhos!) ou algo do tipo. Mas, acho que no final o Ciel e o Sebastian acabaram formando uma relação de parceria, mesmo que só um pouquinho acho que o Sebas-chan se lembraria do Ciel.

      Sobre os MMV's, eu já tinha visto o segundo, mas o primeiro ainda não! Aliás, adorei ele e já está nos favoritos <3

      Eliminar
    2. ENFIM, depois desses surtos com Akatsuki No Yona e Kuro, vou me retirando! Acredito que só daqui a 15 dias irei brotar novamente para surtar! Até lá vou guardando energias! Pois, hoje o meu coração sofreu fortíssimas emoções!..........Sério, tu não sabe a cena que eu fiz aqui em casa rindo pela sala que nem uma louca! (nanda-chan está de prova!)

      Kiss

      Eliminar
    3. POR KAMISAMA, COMO ASSIM JÁ LEU OS 111 CAPÍTULOS DE AKATSUKI NO YONA????????????? (mas é mesmo, você está de férias!) Bem, eu lembro-me que mal comecei a ler o mangá, também reparei que as páginas eram viciantes e comecei a devorá-las, mas você conseguiu ser ainda mais rápida que eu! NÃO É PERFEIÇÃO TOTAL?? :3 A Yona é uma fofa ao aperceber-se dos seus sentimentos pelo Hak, e a forma como ela apoia e inspira os outros dragões é genial, mas espero só até chegar ao capítulo 117 para ficar realmente assustada - quem sabe, ela não será o único rei dos dragões, pelo menos, o Kija tem achado (graças a mais um encontro com o Soo-won) que o nosso loirinho tem o mesmo tipo de aura que a princesa. Além disso, diga-se que, sem se verem, o Soo-won e o Hak já conseguiram ter uma conversa fingindo que não sabiam quem o outro era. Estou ansiosa que chegue até aí! Adorei também as várias partes em que a Yona luta, com o arco ou com a espada, até para proteger as aias da Lili, e também adoro as cenas em que ela dança >.< A Lili também está a aprender a desenrascar-se, e o bando da Yona é a maior fofura. VIU A HISTÓRIA DO ZENO? Um autêntico shoujo dramático aí! E as minhas reações com o mangá foram exatamente iguais, eu começo sempre a rir histericamente quando a situação é tensa, portanto acredito que imagino na perfeição a situação! É uma mistura entre riso e gemido nervoso, de tanta que é a ironia da cena xDDDDDD É razão para infarto mesmo! Eu própria tenho reações quase idênticas à de ir para a sala, junto da minha família, rir estupidamente, mas eu tento nesses casos sufocar o histerismo - só não consigo é parar de sorrir e de tagarelar, mas a minha mãe e a minha irmã já sabem que essa reação se deve a...
      a) algum livro que li
      b) a um anime ou mangá

      Aliás, segunda proposta: quando eu terminar de ler Inu x Boku (43 capítulos devem dar para ler na boa, com sorte começo hoje), que tal fazermos isto: eu resenho Inu x Boku com base no mangá, e você resenha Akatsuki no Yona com base no mangá. E depois deixamos o link para a comparação com a nossa prévia resenha do anime, aposto que o mangá me fará ver Inu x Boku de maneira bem diferente, e que AnY a surpreendeu imenso :) E sobre kuroshitsuji, eu quero deixar chegar ao final do arco para resenhar tudinho, então por enquanto vou ater-me de comentar muito mais. Mas mesmo com todos os spoiler que eu sabia, a Yana faz capítulos eternamente sambadores! Já li a parte de que shinigamis cometem suicídios, mas a minha teoria é que algo do antigo Conde está contigo no Ciel, e é isso que o Undertaker quer reviver - que dizer, e aquela lágrima dele? E as explicações que a shinigami Sacha deu? E UAU, eu ri tanto com o último capítulo - foi como você disse uma vez no blog, temos UtaPri em Kuroshitsuji >////////< O mais hilário é que mesmo essas cenas foram desenhadas na perfeição, e eu acho os antigos P4 um grupo bem amorzinho que se mete em problemas, vitórias e superações sempre em conjunto. E realmente, isso que disse do Seba-chan faz sentido. E ainda bem que gostou desse MMV - na verdade, a minha lista de MMVs de tudo tem aumentado desgraçadamente.

      Eliminar
    4. Sobre os vídeos, realmente o último pode-se relacionar com o terceiro, e agora lembrando bem, o terceiro também tinha um cãozinho >.< Já agora, talvez não tenha tido tempo, mas quando tiver veja o quarto vídeo e os outros que eu linkei no final do post, dão igualmente que pensar e têm uma animação fluidíssima. Eu adorei a arte do vídeo Premier autumn, e o vídeo Heart tem uma crítica bem forte e cruel. E eu também pensei isso no começo do primeiro vídeo. Só a título de curiosidade, a Helo deixou no comentário uma lista de 365 curtas, caso queira dar uma olhada. Eu adoro animação, acho que histórias têm realmente o poder para mudar o mundo, mas acho mais ainda que a animação em articular pode atingir um grande número de pessoas, já que é por ser considerada "coisa de criança" que não é tão atacada pelo lado mau da força (fiz-me entender?).

      Bah, vou sentir a sua falta durante este tempo, mas a verdade é que eu também quase só posto de 15 em 15 dias - mas adoraria postar na próxima semana, though. Seria um pequeno milagre, mas far-me-ia muito feliz dado que eu ando cheia de ideias para posts - aliás, quando é que eu não tenho ideias mesmo? Só é pena andar tão ocupada com a escola, até o italiano e as fics que escrevo estão a ficar um pouquinho para trás, sentir-me-ia deplorável se não estivesse nem a conseguir ler mangás.

      Eu era para a ter tratado por "tu" neste comentário - queria começar a usar um tratamento mais típico de Portugal - mas acho que o hábito falou mais forte. Bem, agora vou tentar responder ao comentário seguinte.

      Eliminar
  2. Obaa! Esse post é dos meus (porque eu trabalho com animação)!

    Já havia assistido este primeiro vídeo, e é magnífico mesmo. Nos faz refletir bastante sobre nossos valores, a ação de partilhar e o egoísmo presente em todos nós - quando a descoberta de que ajudar uns aos outros faz o mundo se mover e as cores aparecem, enfim, achei lindo.

    Esse segundo também já havia assistido! Meu deus, é tão lindo! Novamente, nos ensina uma lição sobre amor ao próximo e a cuidar melhor de nossas atitudes. E o cachorrinho é tão fofo! <3

    Este terceiro já tem uma animação super bem feita, mas o importante é a mensagem que ele passa. Aliás, a trilha sonora é perfeita! O curta me lembra um pouco o conceito da música The Wall, não é? Fora que todos os elementos são bem dark, o fato de todas as pessoas serem "números", de ser quase em preto e branco, etc. E o final em que ele salva o cachorrinho... ;_;

    Achei a animação do quarto curta muuito interessante e original! Bom, sobre a história, achei bem bonita também. Coitadinhos dos zeros! E achei tão fofinha a zerinha grávida hahuahuaha Mas ok, sobre o final, concordo com você, acho que no fim eles não conseguiram respeito por si próprios, mas só pelo filho mesmo (na verdade os carinhas respeitam o filho, não eles - até porque o povo não vai mudar do nada desse jeito). Acho até que naquela sociedade, era capaz dos carinhas manterem os dois zeros presos ou algo pior e só manterem o infinito bem. ;_;

    Esse último foi meio difícil de entender por causa do sotaque da menininha e o som que tá meio baixo, mas acho que é uma ideia parecida com a do Children. Eu já tinha lido por cima esse seu post sobre o que é a inteligência, acho que se relaciona um pouco mesmo.

    Já que você trouxe essa ideia de curtas metragens, já assistiu um curta chamado "O Emprego" (ou El Empleo, no original)? É desses que trazem uma lição importante. Aliás, eu vou te recomendar logo isso: uma lista de 365 curtas, um para cada dia do ano. Na verdade trata-se de um desafio em que você tem que assistir um curta por dia durante um ano, mas não precisa fazer o desafio, lógico. Só assistir os curtas que você tiver interesse, mas tem muita coisa boa por lá! O link é esse aqui: WWW. Essa é a lista no Filmow, daí só procurar os curtas no Youtube ou Vimeo, super fácil! Tenho certeza que você vai curtir! <3

    AAAH, que da hora! Um trabalho de No6 em inglês! Muito legal, muito legal! Eu não li o post ainda, mas já dei uma olhada nos desenhos, e queria dizer que tá tudo tão lindo! E a diagramação do trabalho também! Parabéns, Any-chan, ficou tudo muito bonito! ;_; Tomara que tenha ido super bem!

    AEEE! FINALMENTE TA LENDO KUROSHITSUJI! UHUUUL! SIM, HAHAHAHA, Undertaker é um vilão dumaw e também se revela um pouco isso no arco do colégio lá. Aliás, é o meu preferido o do colégio! Me entreteu demais, o Cielzinho naquele mundo diferente. Sobre essa parte da Bruxa Verde, ainda to na metade da saga, então não entendi direito o que você disse hasuhaushauhs

    Beijos! <3

    L'Énigmatique

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SUA DEUSA OBRIGADA PELA RECOMENDAÇÃO DAS 365 CURTAS! <3 <3 <3 Sim, eu tenho a certeza de que irei adorar, faz sempre jeito achar uma listinha dessas e, como basta ver uma por dia, de certeza que não vai custar nada. É genial e fará com que eu tenha bem mais domínio no assunto! Afinal, eu adoro animação e acredito que é uma arma poderosa para mudar o mundo - até porque, como disse na resposta ao comentário da clone, o "lado mau da força" não tenta tanto atacá-las porque julga ser apenas coisa de criança. Eu adoro as mensagens ocultas na animação. Aliás, ainda bem que também notou isso no vídeo dos zeros, realmente não me admiraria se a sociedade só cuidasse do infinito e mantivesse os zeros presos. Fico muito feliz por você ser perita no assunto, e parece ser realmente boa a analisar esse tipo de coisa, mesmo pela parte técnica.

      Bah, chegue lá ao resto do arco da Bruxa verde, se eu me mexi e li tudo esta semaninha, você também há de alcançar depressa. Ela é muito fofa. E realmente, estava na altura de eu tomar vergonha na cara para ler Kuroshitsuji - eu já esperava, mas realmente o mangá está a anos-luz do anime. E o arco do colégio, os P4 e a forma como se metem sempre em alhadas juntos, e tudo o resto é muita perfeição :3

      Creio que o trabalho de No.6 foi bem - inglês não é o meu forte, mas safo-me, a stora achou as relações que fiz entre a história e direitos humanos interessantes, e toda a gente gostou dos desenhos. Leia o post quando tiver um tempinho, onegai, não tem de comentar :) "E a diagramação do trabalho também!" Awn, que fofa, obrigada, esse seu elogio profissional faz-me corar :3

      Eliminar
  3. Yo Any!!~~
    (você fez um trabalho enorme de No.6 para seu inglês. uau. juro que vou lê-lo após ler a novel. zeus do céu. aquilo está enorme. uau. aposto que você deixou um bando de gente da sua sala interessados em No.6)

    Essas animações são muito interessantes~~ e falo de todas elas num geral. Antes eu não achava grande coisa, mas uma conhecida formada em Artes começou a me mostra-las e... Seremos honestas, elas conquistam qualquer um >< São capazes de nos fazer refletir por um dia inteiro e as mais macabras, de terror, podem até tornar difícil dormir a noite.

    Todos os vídeos foram muito criativos e com belas lições.
    A da colher eu já conhecia e mesmo assim eu revi - é engenhoso e simples, passa um ótimo sentimento.
    O do cão foi o bom e velho “Valorize antes que perca”. Um monge deveria ser um cara que vive em harmonia com a vida e o espirito, respeitando todos, mesmo assim ficava irritado ao ser interrompido pelo cachorro - ou seja ele só se tornou um monge de verdade após reconhecer a importância do animal. E como diria Leminsk “Quem é vivo - aparece sempre -no momento errado - pra dizer presente -onde não foi chamado” – essa é a vida do jeito mais puro –q Não é um roteiro bonitinho, vamos ser atrapalhados e talvez aja uma razão para isso. Deixe a meditação eterna e o odor fantasioso dos lírios para quando você estiver morto!
    Forest foi o que mais me conquistou na maneira que a história foi contada, adorei o misto com cenas surreais *--*

    Ah’ Children... Meu favorito dos 5 ♥ Concordo com você em todos os aspectos. Também há a falta de elementos “reais” no universo do vídeo, tão semelhante ao nosso próprio. Não há natureza ou relacionamentos interpessoais. É artificial e superficial. O vídeo todo tinha a sufocante atmosfera de “nuvem negra” que pessoas em depressão tantas vezes usam para definir o que sentem.

    Pode ser estranho, mas Zero me lembrou astrologia (sou rata de astrologia ué) e eu tenho que explicar pra todo mundo que o mapa astral representa tendências e possibilidades e não uma regra fixa ou um destino sem escapatória... Well, voltando pro curta, o final também me deixou um gostinho azedo, pelo menos se interpretado de forma literal. Mas depois de pensar um pouco acho que os filhos não representam de fato procriação, mas amor e união. O mundo não muda de repente e nem um Zé ninguém sozinho consegue isso. Sobre sua dúvida, acredito que o infinito sairia de um jeito ou de outro – afinal um zero do lado do outro: 00, e por isso o casamento era proibido (assim como na vida real, que os dominantes tentam evitar que a minoria se una)... Mas sei lá.
    E eu gosto do número 0! Ele é badass, quieto, na dele e absolutamente destruidor (multiplicar por zero dá zero, dividir qualquer número por zero é bug)... pera agora comecei a brisar –q

    E mais uma coisinha: VOCÊ DESENHA MUITO BEM!! (acho que todo mundo já te disse isso né?) – seus traços tem algo de familiar e reconfortante ao mesmo tempo em que são leves e ágeis hehe’ é meio difícil definir o que achei (sim, eu stalkei seus desenhos e ainda peguei uma das artes originais para usar de wallpaper do celular-qqqq). Você tem vontade de fazer animações como essas?

    PS: Eu só passei o olho na parte do Kuro para evitar spoiler. MAS “O Sebastian realmente ficaria contente por se livrar do Ciel, ou iria continuar a lembrá-lo?” OMG. Lilium está desmaiada.

    ResponderEliminar
  4. Olá, Any!
    Tenho o prazer de informar que seu cadastro em SIHS foi aprovado! Porém, eu não encontrei o selo do projeto em seu blog... O que acha de me informar melhor na C-BOX do projeto? O prazo dado para colocar o selo ou para informar-nos melhor na CBOX é de uma semana. Espero que entenda e bom proveito no projeto!
    SIHS - Um Projeto de Love Live!

    ResponderEliminar
  5. Ois c:
    Aaaaah, quanto tempo, meu deus (desculpe por andar tão ausente)!!
    Já amei de cara o post por se tratar de animação, mas escolher as que possuem mensagens é ainda mais encantador.
    Como só abri o post hoje preciso te avisar que os dois primeiros curtas não estão funcionando, provavelmente por problemas com o player ou link de origem.

    Já tinha visto alguns deles, o do monge e do cachorrinho uma professora de literatura mostrou à minha sala ano passado... Claro que chorei ao assistir, inevitável hahah.

    Nho, adoro o modo como você sempre aborda temas importantes de forma tão leve e sensível <3.

    De fato, com relação ao curta dos Zeros, também me incomodou bastante isso. É algo muito claro e presente na sociedade até hoje e desde os primórdios. Não sei se você já viu uma pintura feita na época da escravidão (ou então pouco tempo após esse período) no Brasil em que há um casal com uma mulher negra e o homem branco (um trabalhador pobre) e uma senhora negra comovida enquanto segura um bebê branco e levanta-o aos céus. O nome desse quadro se não me engano se refere a um milagre e MEU DEUS, vamos comentar o quão relevante é isso. Lembro que na época em que falaram desse quadro numa aula de história a professora ressaltou que a enorme comoção da avó da criança se devia ao seu passado marcado pelo privilégio branco e além disso sua experiência como ex-escrava e como o fato de seu neto(a) ter nascido daquela forma faria com que sua vida fosse infinitas vezes menos sofrida que a dela própria e como ela estava grata por isso. Esse curta de certa forma é a repetição com nova roupagem desse quadro que data mais de um século atrás!!
    É desgastante ver como essa situação se repete e ainda que com boas intenções (como na animação) a visão de mudança não reflete um comportamento adequado para tal. É preciso que as pessoas normalizem a presença de quem hoje é considerado "fora dos padrões", não que haja apenas uma aceitação leviana por ter havido um enquadramento desses indivíduos dentro dos padrões por algum motivo X irrelevante do ponto de vista da aceitação real e incorporação merecida.

    Enfim, achei fantástico você problematizar essa questão que muito provavelmente passaria despercebida!

    Depois vou ler com calma seu trabalho de inglês, pois já vi rapidamente seus desenhos e estão incríveis <3.

    Não tenho muito tempo pra comentar, então vou ficando por aqui!
    Um super beijo ~

    ResponderEliminar

♡ Saiba mais sobre o mim ou sobre o blog através do menu

♡ Quanto a comentários:
» Os pedidos são aceites nos comentários ou na ask (vejam o menu)
» Críticas construtivas são bem vindas. Barracos, não.
» “Seguindo, segue de volta?”, só serão aceites em blogs principiantes – e eu irei confirmar ao blog. Caso contrário será ignorado.
» Deixe o link do seu blog no fim do comentário e eu faço questão de pelo menos visitar e comentar.
» Pode usar estas carinhas:
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †