setembro 29, 2015

Artigos mais interessantes dos últimos meses


Ohayou!

Como prometi, vou fazer um post a cada duas semanas, e esta mesma manhã dediquei-me a responder aos comentários. Aliás, esta manhã foi bastante especial porque me ofereci para ir à minha antiga escola, e comparecer na aula da minha antiga professora de Português - como forma de comemorar o facto de a minha irmã mais nova agora a ter como professora - para apresentar um livro. CASO ALGUÉM DA TURMA QUE EU INVADI ESTA MANHÃ APAREÇA CÁ NO BLOG, POR FAVOR LEIAM O COMEÇO DESTE POST!!! ^^ Antes de mais, o post será composto por um conjunto de links e respetivos comentários a artigos que tenho encontrado "por aí". São apenas curiosidades sobre assuntos muito distintos, algumas mais profundas e outras mais leves, e é sempre bom fazer posts assim para partilhar as pequenas coisas que vou descobrindo. De qualquer modo, começarei por falar do que fui fazer esta manhã à antiga escola e sobre como correu, menções especiais aos alunos que me dirigiram a palavra durante ela. Cá vai:

Sobre a apresentação desta manhã
Fui apresentar No.6 (resenha + blog apenas sobre No.6), os livros, mas aproveitei para levar e mostrar os últimos volumes do mangá que eu tenho. Esqueci-me de avisar que os mangás se liam da direita para a esquerda e a reação da turma foi muito engraçada >.< Além disso, no começo da apresentação sou capaz de ter balbuciado um bocado ou deixado detalhes confusos porque fiquei com ainda menos tempo para apresentar do que esperava, e não sabia onde cortar no discurso que eu tinha preparado, bah. Eu contava com pelo menos 40 minutos para apresentar, mas tive de contentar-me com menos de meia hora, porque afinal o portão que liga as duas escolas (e eu pretendia usar para cortar caminho e chegar à minha aula a tempo - não havendo intervalo entre a aula em que eu apresentei o livro e a minha própria) estava trancado, então dá para imaginar que tive de abreviar bastante.

Bem, não sei se os alunos gostaram, e caso não tenham gostado, foi uma sorte para eles que eu tenha demorado menos que o previsto a tagarelar. Mas de qualquer forma, alguns fizeram-me perguntas e eu gostei do interesse que demonstraram. Aliás, como me farto de dizer aqui, em No.6 há um relacionamento homossexual e para alunos com apenas 15 anos, reagiram extremamente bem - nem pestanejaram! - e um deles até disse algo como "Se calhar eles serem dois homens que se apaixonam é uma crítica à homofobia". OBRIGADAAAAAAA por entenderes tão bem, e já agora, caso aterres aqui no meu blog, uma das coisas que não cheguei a dizer na apresentação é que a autora não liga muito à questão do género - por exemplo, na história, há uma personagem de quem não se sabe o género, Inukashi (significa Guarda-cão), pois embora seja referida como "ele" na versão inglesa, em japonês há pronomes que não deixam o género claro, e muitas vezes nem sequer é usado  pronome algum. Shion, o tal rapaz de cabelo branco, no começo pensou que era rapaz, depois ficou em dúvida, mas de maneira alguma Inukashi deixa de ser carismático/a por causa disso. Foi uma das coisas que mais lamentei não ter referido, informações sobre as personagens. Outra coisa a que a autora não liga é à distinção entre amor e amizade, e isso vê-se muito bem na forma como Nezumi e Shion se entendem, pois mais do que o romance, o que está presente entre eles é o apoio e as suas próprias identidades. Sim, porque não é por duas personagens estarem apaixonadas que passam a existir apenas um para o outro - isso é cliché de novelas -, existem também na sua individualidade. A própria Inukashi tem uma citação de que eu nunca me canso, que diz precisamente algo sobre como, não importa o nome que seja dado ao relacionamento deles - irmão, melhores amigos, namorados, ou até rivais, isto escolhendo alguns dos "títulos" mais comuns - nenhum desses nomes está inteiramente correto e acabaria por limitar tudo o que os dois representam um para o outro. É por isso que eu acabei, surpreendendo-me a mim mesma, por ADORAR Nezushi (Nezumi  + Shion, deve dar para perceber, mesmo para quem não está familiarizado com "ships" ou termos de fãs): por eles terem uma relação tão complexa e difícil de definir, mas em simultâneo composta por coisas tão simples, como tudo o que eles partilham no dia a dia no exterior da cidade distópica. Distopias não são um tema muito original, na verdade, diria que estão a cair nas graças da popularidade. Mas o desenvolvimento é que conta.

Eu realmente espero que alguns dos alunos da turma aterrem aqui >.< Julguei que ninguém apontaria o link do meu blog, mas apontaram, então espero que estejam a ler isto e que as várias postagens (organizadas por assunto em "mapa", ou por data em "arquivo", no menu ao lado do cabeçalho no topo da página *espero que não  precisem de mais indicações...*) vos sejam úteis. Digam qualquer coisa nos comentários, nem que seja só para marcar presença ou dar sinais de vida. E como são alunos de 9º ano, acredito que ler o livro em inglês seja um pouco complicado, mas se quiserem, terei todo o gosto em emprestar os mangás - que também estão em inglês, mas com as imagens fica facílimo, foi assim que eu comecei a aprender a língua. Nesse caso avisem-me com tempo, ainda não comprei os primeiros volumes. Há sempre a hipótese de assistir ao anime, que só tem 12 episódios, mas está um quanto incompleto e deixa uma parte importantíssima do enredo por explicar. Adoraria se mais alguém desse oportunidade a No.6. Vale a pena, acreditem. E se quiserem saber mais sobre animes ou assim, peçam, tenho umas quantas postagens explicativas. 

Postagens interessantes e curiosidades
Lugares mais bonitos do mundo: www www www www - Na verdade, não resisti a colocar todos esses links, pois embora eu mesma tenha feito postagens com algumas das paisagens aí contidas, há sempre mais a mostrar. Os dois primeiros links encantam-me pela maneira como a natureza dominou tudo, como contornou as construções do ser humano assim que este abandonou os locais. O terceiro link mostra alguns dos caminhos mais belos do mundo, dá vontade de entrar na fotografia e caminhar através deles. E no quarto, surgem paisagens com um ar tão surreal que nem parecem ser do nosso planeta, e é com orgulho que afirmo que já conhecia algumas delas.

Palavras que não existem na nossa língua: www - toda a gente sabe que, entre as várias línguas, algumas palavras não têm tradução literal. Nas minhas aulas de inglês estamos até mesmo a falar de como a linguagem dá forma ao pensamento, mas também o molda, por exemplo, deve ser mais difícil compreender o que se está a sentir em países em que não há nomes abstratos, como "felicidade". Mas voltando a esse post, a piada é que essas palavras foram ilustradas para as crianças inglesas compreenderem os conceitos, e eu achei a ideia linda, assim como as imagens e a qualidade da pintura. Começa logo com uma palavra brasileira - que eu não conhecia, creio que não existe em Portugal - cafuné. 

Não é mais possível dizer que não sabíamos: www - Bem, eu sempre achei óbvio que animais tinham consciência, mas para os mais céticos, pelo menos aí está um estudo científico que talvez comece a acabar com o uso de animais em experiências científicas que provoquem dor ou afins. O neurocientista Philip Low queria ajudar Stephen Hawking, paralisado por uma doença degenerativa há 40 anos, a comunicar através da mente, mas o que conseguiu foi levar vários cientistas a admitir que mamíferos, todos eles, têm consciência. Isto porque, afinal, a consciência não depende do córtex cerebral, uma estrutura que os animais não têm e que até agora formou uma opinião errónea. Na parte final da entrevista, há uma citação que eu achei muito assertiva, "Não acho ser necessário tirar vidas para estudar a vida", dita com o intuito de esperar mudanças nos métodos da comunidade científica, que normalmente usam animais como cobaias.

Reações químicas bizarras: www - Haha, não é preciso dizer muito. É um conjunto de gifs que retrata exatamente o que acontece quando se fazem certas misturas, indo desde explosões a aparente invocação de demónios. Já vão perceber ;)



Quando a vida não nos deixa cumprir com as nossas obrigações: www - Esta postagem tem um caráter mais introspetivo, basicamente refletindo sobre aqueles casos em que temos um prazo para cumprir algo com que nos comprometemos... mas sentimo-nos tão em baixo que custa trabalhar. Porém, isso nunca será aceite como desculpa. A autora não chega a nenhuma conclusão em concreto, mas vale a pena ler pela escrita ponderada e pela sensação de identificação. Embora, pessoalmente, eu acredite que é sempre possível ultrapassar esse desânimo e cansaço, e que demonstra força conseguirmos controlar as nossas próprias emoções e vontades. Mas isso fica como assunto para outro post, talvez.

O eletromagnetismo do coração: www - Foi descoberto recentemente que o coração, o primeiro órgão formado no útero, serve para mais do que simplesmente bombear o sangue: também é um órgão de inteligência. Mais de metade dele é composto por neurónios do mesmo tipo que compõe o sistema cerebral, e irradia um sinal eletromagnético forte ao ponto de ser detetado a 3 metros do corpo, SEM colocar elétrodos nele. É dito ainda que "Como os campos eletromagnéticos são anéis holográficos, é mais do que provável que a soma total do nosso Universo esteja presente dentro do espectro de frequência de um único anel." Digamos que esse artigo salta do tema inicialmente medicinal para uma teoria sobre o universo, é muito interessante de ler e ver como tudo está interligado.

Sobre relacionamentos românticos: www - Um texto que achei no tumblr (em inglês) e com o qual concordei bastante, embora eu talvez não seja a pessoa mais experiente no requesito de relacionamentos. Fala sobre como a maioria das pessoas julga que o amor consiste em sentir borboletas no estômago e um fascínio apatetado pela outra pessoa para sempre, quando na realidade não é assim. O amor significa apoio, convívio, mas de uma forma natural, nem sempre intensa. Há discussões, há problemas, mas se eles forem resolvidos, são uma prova de que se obteve um companheiro para a vida. É um post que fala das pequenas coisas da rotina e de como elas são tão belas quanto o lado mais apaixonado e impulsivo da relação.

E era tudo por hoje. Na conclusão costumo gostar de tagarelar, mas ainda tenho trabalhos de casa de geografia para terminar e não dá. Espero que o post tenha sido útil e, mais uma vez, que se os alunos da escola de cima aparecerem por aqui comentem qualquer coisa. Oh, e para quem não está muito habituado a blogs, quando eu não tenho tempo para editar as minhas próprias imagens uso simplesmente gifs, claro que não são da minha autoria e que não têm necessariamente a ver com o assunto da postagem. Exceto pelos primeiros 3 gifs que usei daqui, esses estão mesmo relacionados a No.6.

Já agora, podia seguir o blog? ;) *hobbie quase-favorito: mendigar por seguidores*


20 comentários:

  1. Olá Anilyan, como vai? Se eu tivesse que apresentar algo na frente de alguém eu surtaria. Eu morro de vergonha para falar em público, mesmo que eu já os conheça, sempre me dá um branco e eu esqueço tudo o que tenho para falar. Esses são definitivamente os lugares mais bonitos do mundo! Nem parecem que são de verdade. No Brasil "tretar" significa algo completamente diferente. Eu sou completamente contra o uso de animais como cobaias. Eu não consigo controlar minhas emoções, eu até tento, mas não dá certo e eu acabo ficando irritada. Melhor definição de amor que eu já li. Beijos, http://h-uman.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haha, não vale a pena ter tanta vergonha assim, eu acho, mas achei adorável imaginar a sua reação :3 E não faço ideia do que signifique "tretar" aí no brasil, mas obrigada pelo aviso. Já vi imensos artigos com alguns dos lugares mais bonitos do mundo, tenho outros aqui mesmo no blog, caso queira ver, vá ao "mapa" e depois procure com Ctrl + F por "japão e outros países", haverá algumas postagens nessa área. Ainda bem que concordamos em tanta coisa ^^

      Eliminar
  2. Oi, Anilyan!
    Já chamaram-me | que fazia parte de um grupo de amigos | para um apresentação de filosofia numa escola de uma amiga. Mas eu não fui, pois eu simplesmente tenho fobia em conhecer pessoas novas. É um problema sério, muito sério! hah E você foi apresentar um mangá do No.6, é isto mesmo que eu li? Gente, que inovador. De primeira eu pensaria que poderia ir apresentar o livro "A culpa é das estrelas", ou "50 tons de sacanagens", sei lá! Mas um mangá *bate palma. + Eu sempre quis assistir No.6, muitos falam nele e minha curiosidade só aumenta, até porque sou viciada em ler yaoi. Mas a maioria é sem qualidade e só tem safadeza (não pera, estamos falando de shounen-ai não de yaoi, meu pai eu tô ficando drogada!)¬¬ Se caso você aborda-se um assunto sobre homossexualidade em minha classe, provavelmente teria muito o que debater. Nela você encontra diversas pessoas que ADORAM opinar, seja contra ou a favor, você ira sair daquela sala só ao bater o sinal par irmos embora♥

    Eu acabei de mostrar estas imagens para minha mãe e como ela sempre me pega fazendo montagens no photoshop, não descartou a hipótese de TODAS essas imagens serem "photoshopadas" kkk MÃES<3 São incrivelmente lindas, gostaria de um dia ter o privilégio de conhece-las pessoalmente, imagine que maravilhoso seria?! Eu acho que choraria de alegria, meu Deus! Sair desse local da cidade grande com buzinas e fumaça, para apreciar essas deslumbres perfeições natural!^^ Emocionante! ── Menina aqui do BR você encontraria palavras piores que esta, há tantas que me fosse a memória agora! tem até um forró com o nome "Cafuné". >.< E por falar nisso, você é de Portugal né?! Gente confesso que muito antes de te conhecer eu não sabia! Achava que como nos sotaques, o modo de escrever era diferente no português de Portugal. (eu e minha imaginação fértil). Não diferencia quase nada (só o "a" que incluem antes de alguns verbos, como "Estar a sentir", nós já falamos direto "estamos sentindo" por pura preguiça mesmo... ISSO É MUITO LEGAL!^^).

    Tendo consciência ou não, experiencias com animais é algo muito forte de se debater. Até porque, talvez possam pensar que estejam tirando a vida de algo que não tem alma. Pois na minha crença (não crença religiosa, porque não tenho religião) eu fico receosa em me perguntar se animal tem alma ou não. De qualquer forma, isso já é algo espiritual. ç.ç Não concordo em usar animais como cobaias, mas se não for eles, quem poderia? (eu, Chapolin Colorado! <3 Riem, foi um piada) e esta frase: "Não acho ser necessário tirar vidas para estudar a vida" marcou minha vida♥ ── falando sobre as reações químicas, que isso? Como assim, será que se eu fazer isso em casa funciona? Tipo as combinações químicas, não as macumba. † Eu vou ler o post sobre ''cumprir obrigações'' ainda. Mas já adiantando sobre, eu sou de tal tipo de pessoa que não cumpro com o que prometo e acabo evitando fazer esta iniciativa porque geralmente é assim o término. Não sinto desanimo, sinto uma pontada enfadonha na consciência por não o ter feito, mas acaba passando. Pois reflito-me nas características de defeito, em não estar nem ai para o mundo - pois digo que o mundo não liga para mim em termos gerais - Acho que não há muito concerto, digo, dependendo de quem em especial estamos falando. Como por exemplo eu*-* Adoraria que fizesse um post sobre o assunto, seria bom vermos como cada um se sai sobre o assunto em termos "pessoais", não é mesmo?!

    E sobre o relacionamento, vou ler logo depois de traduzir! Partiu google translator \*0*/ Cara, sobre isso eu com certeza gostaria de falar sobre, você fez um post especifico? Vou ver já. Queria escrever aqui, mas definitivamente vai ficar extenso e me bateu fadiga¬¬ Parabéns, seu blog é um dos poucos com qualidade, onde dá espaço para debates e opiniões de maneira clara♥
    Um beijos para tu♥
    SOSHYU


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!! Ainda bem que consegue entender o português de Portugal direitinho, sim, a principal diferença é na forma verbal. Eu já estou tão habituada a lidar com as pequenas diferenças que quando entro num blog demoro a perceber se é brasileiro ou português, e quando estou a escrever na escola ou assim, por vezes demoro a decidir se uma das expressões que quero usar é de Portugal ou do Brasil, já que aqui na blogosfera às vezes recorro a algumas que não são comuns no país. Mas segundo o comentário anterior, parece que "tretar" tem um significado diferente desse lado do mundo >.<

      Eu não apresentei No.6 apenas para inovar, mas porque para mim te realmente muito, muito, muito significado. Na verdade, eu nem apresentei os mangás, eu apresentei os livros - foi neles que baseei a apresentação - mas como os mangás estão bastante fiéis e eu tenho os últimos volumes, decidi mostrá-los como um "complemento". Já do anime acho que mal falei, porque está muito incompleto. Que pena... Haha, se é viciada em yaoi, VAMOS DOMINAR O MUNDO! É certo que Nezushi passa longe das safadezas, mas já li também uma boa dose de yaois assim. Só é uma pena alguns deles terem certos "defeitos". Veja se concorda com isto, já que gosta de expor a sua opinião: http://f-ujoshi-days.blogspot.pt/2015/08/problemas-do-yaoi-e-de-fujoshis.html E eu também fiquei surpreendida com o quão bem a turma reagiu ao assunto da homossexualidade.

      É possível que os lugares tenham uma edição mínima, mas realmente existem. Já vi alguns dos mesmos tirados por fotógrafos diferentes. Já agora, se quiser ver mais, tenho algures pelo "mapa", use Ctrl + F para procurar pela categoria "japão e outros países", está para lá. E realmente, MÃES <3 Sempre desconfiadas pelo nosso bem ^^

      EU TAMBÉM NÃO TENHO RELIGIÃO, e isso não me impede de acreditar em certas coisas, ainda bem que pensa do mesmo modo! Se bem me lembro, na entrevista responde em parte a quem poderia substituir os animais como cobaia, e já agora, esse seu nome é engraçado. E não indico que faça essas combinações químicas em casa, decididamente. Sobre isso de você não estar aí para o mundo porque ele também não liga a você, eu sou da opinião que temos de ser nós a dar o primeiro passo, mesmo que demore a ter retorno por parte dos outros. Portanto, isso de cumprir com as obrigações é algo que levo extremamente a sério, e orgulho-me de ser assim, então caso queira tentar, bem-vinda :) Se calhar vou sim fazer o tal post. Por fim, divirta-se a traduzir!

      Muito, muito obrigada por achar isso do meu blog, eu realmente esforço-me por deixá-lo completo em todo o tipo de assuntos e com postagens de profundidades diferentes, seja em recomendações, dicas, filosofias, resenhas, ou posts mais pessoais. OBRIGADA :3

      Eliminar
  3. Oi, Any!
    Que legal você voltar a sua escola antiga! E pra falar do seu mangá favorito, a melhor parte! Mas confesso que quero distância total da minha xD
    E fico feliz que tenham se interessado pelo mangá :3 é muito bom tornar nossa obra favorita conhecida de gente com a mente aberta~
    Agora sobre os links: quase que esse comentário não sai! Fiquei perdida vendo boa parte deles, haha. Amei o com imagens de caminhos lindos~ Quero muito pisar em cada um desses lugares :C
    Já tinha visto o das reações químicas! Muito, muito bom! Com sorte, faço o teste com polvo + sódio qualquer dia, hahahah.
    Também gostei muito do post sobre relacionamentos... Apesar de ter 24 anos, meu relacionamento mais longo durou 1 ano, então não sou muito conhecedora desse tipo de relacionamento, mas ainda temos uma vida toda pela frente pra conhecer a pessoa com quem dividirei todos os tipos de beijos, haha.
    Gostei bastante do post, Any! Estava com saudade daqui!
    Abraços~

    Nankin Dust

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Wait, eu ia jurar que já tinha respondido a este comentário! :o Sim, foi demais, e continuo a recomendar No.6 a TODA a gente. Embora nunca mais tenha ouvido falar nada dessa turma >.< Sobre os artigos, eu também gastei muito tempo ao apreciar a paisagens e ri demais com este seu comentário: "ainda temos uma vida toda pela frente pra conhecer a pessoa com quem dividirei todos os tipos de beijos, haha" » Na verdade, ri mas tamb+em achei querido :3 E NÃO FAÇA O TESTE SATÂNICO COM O POLVO!!!

      Jaa!

      Eliminar
  4. YOOOOOOO ANY-CHAN FINALMENTE ESTOU BROTANDO POR AQUI \O/

    Enfim, na verdade eu tinha lido o seu post ontem a noite, mas como eu tinha que ir dormir o comentário ficou para hoje Ç.Ç

    Mas, antes de tudo.......Como assim portão que liga as duas escolas!? (elas são próximas!?).

    Bem, como eu sou dessas que depois de dar adeus a antiga escola é adeus mesmo, de nunca tacar os pés lá, não sei se entendo a sua completa felicidade, MAS confesso que de vez em quando eu curto ir na minha antiga escola fundamental quando o meu irmãos tem algum trabalho especial para apresentar ou nessas festas juninas ou em alguma programação especial (que geralmente é aberta para os alunos e família). Porém, eu fico feliz de já ter terminado essas tretas de fundamental e ensino médio!

    Pois bem, falando dessas viadagens maravilhosas de No.6................NOSSA, SE EU ESTIVESSE LÁ, EU OBRIGARIA VOCÊ A FICAR LÁ TAGARELANDO ATÉ AS AULAS TERMINAREM! MANU, ROLARIA ALTOS SURTOS! PRINCIPALMENTE COM AQUELES TEUS MANGÁS COM AQUELAS CAPAS DIVINAS <3333. Aliás, agora me bateu um bug na cabeça! Tu já tem a coleção de No.6 completa ou só os últimos volumes!? Porque eu jurava que tu já tinha tudo '-'

    Ah! E essa parada dos alunos terem se interessado foi realmente espetacular! Ainda mais numa história com um casal homossexual, o que é bem difícil de ser aceito assim de boas, principalmente pelos mais jovens. Por aqui, acho que rolaria altos debates, dependendo da turma a coisa se estende bastante. Tipo, na minha turma de ensino médio, nas aulas de ética, a professora vinha com um tema polêmico e debatíamos sobre ele XD

    Enfim, sobre os links:

    MEU DEUS O PRIMEIRO LINK DOS LUGARES MAIS BELOS É MUITO FODA! Gente, é incrível como a natureza consegue se adaptar a qualquer tipo de situação! Nossa aquela imagem do peixes e um lado onde era um antigo prédio ESTÁ ESPETACULAR! MEU DEUS, PARECE ATÉ COISA DE FILME! A da areia na casa também. Cara, não adianta, o ser humano tenta pagar uma de macho alfa, mas no final nós não passamos de um bando de ukes shotas passivos! u.u

    Enfim, o português brasileiro é uma das línguas com o maior léxico, acredito que em boa parte seja por causa da suruba louca entre povos que rolou por aqui, portanto brotou tudo quando é expressão e palavras. Mas, eu pensava que cafuné também existisse aí em Portugal. (P.s: Os desenhos desse link estão um verdadeiro amorzinho >.<).

    Na boa, até hoje eu não entendo esse povo que diz que animal não sente dor.........MANU, VAMO PEGAR ABRIR UM BURACO NA TUA PELVE ARRANCAR OS TEUS TESTÍCULOS E DEPOIS PASSAR UM PRODUTO DESINFETANTE, TUDO ISSO CONTIGO ACORDADO PARA VER SE A DOR QUE O PORQUINHO SENTE NÃO É IGUAL A TUA! ( P.s: Não sei se isso ocorre por aí, mas nessas produções industriais de porcos é assim que eles castram o animal). Enfim, aí os caras chegam e falam "Mas, o porco nem sentiu dor, ele até saiu correndo" MANU QUERO VER TU NÃO SAIR CORRENDO TAMBÉM QUANDO TIVER TUA PIROCA ARRANCADA! Gente, na boa, só porque eles não falam "Tô com dor" não significa que não sintam. É muito óbvio ver que animais também possuem sentimentos de dor e prazer, afinal é só pegarmos nosso cachorrinhos, quando eles se machucam eles choram, quando estão felizes ficam pulando, correndo e abando o rabinho. Aliás, todos os finais de semana o meu pai tira o seu cochilo da tarde, portanto a tarde quando ele se levanta para sair da sala a minha cadelinha já vai correndo para a cama dos meus pais para ir dormir nos pés do meu pai (e ela ainda late chamando ele!).....CARA, SE ISSO NÃO É CONSCIÊNCIA, ENTÃO O QUE DIABOS É!? Pode não ser tão complexo quanto nós, mas ainda assim eles possuem pelo menos o básico de consciência

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SHAUSHUAHSUA GENTE QUÍMICA NÃO É DE DEUS! Na boa, isso daí é a invocação do capiroto! Nossa, medo dessas coisas brotantes daí! Aliás, meu antigo professor de química, contou que uma vez ele saiu da sala de estudos para ir no banheiro e quando voltou viu os colegas dele "desmaiados",ele pensou que os colegas estavam passando mal, pois eles estavam mexendo com alguma substância química tóxica, porém assim que ele colou o pé na sala, veio um colega por trás com um balde d' água e o restante todo mundo já sabe! XD

      Sobre o coração, eu já sabia que ele era responsável por gerar eletricidade/electromagnetismo/essas coisas loucas, tanto é que antes do meu pai se operar do coração, ele tinha muito desses choques por eletricidade estática. Porém, EU NÃO SABIA DA PARADA DOS NEURÔNIOS NO CORAÇÃO '-' A única coisa que eu sabia envolvendo impulso nervoso, era sobre o "marca-passo" do coração, que é responsável por levar impulsos nervosos que fazem o coração bater, mas essa de células nervosas é completamente nova para mim!


      ~passando a parada dos relacionamento românticos, por motivos óbvios de inexperiência total~ Aliás, hoje eu estava meio atrasada para minha aula de anatomia, aí eu estava apressando a minha mãe e ela me perguntou o porque de tanta pressa. Aí meu irmãos mais novo (Pedro) chegou e falou "Aposto que ela arrumou um namorado e tá louca para chegar cedo na aula" SHAUSHUASHUAS, MANU TÔ OUVINDO ESSAS COISAS ATÉ MESMO DO MEU IRMÃO! Na boa, eu sei que foi piadinha dele, mas até mesmo para piadinha isso é muita ilusão Ç.Ç

      Mendigar hoje, mendigar amanhã, MENDIGAR SEMPRE \O/

      Ah! Quase ia me esquecendo.....MEU PRIMO RAFA PROVAVELMENTE VAI POSAR AQUI SEXTA-FEIRA, OU SEJA, PARTIU ENTREVISTA DE NO.6 /OOOOOOOOOOOO

      Kiss


      ~Afzz, limites de caracteres ¬¬''''~

      Eliminar
    2. FINALMENTE ESTOU A RESPONDER A ESTE COMENTÁRIO!!!!!!!! Oh, mas se disser algo meio confuso, é porque estou aqui a conversar com uma pessoa ao mesmo tempo.

      Se as escolas são próximas... err, são coladas uma à outra. Embora os alunos estejam proibidos de avançar entre ambas as escolas, só podem ficar na sua própria, e agora o portão está mesmo selado (talvez por causa da pequena inimizade entre as duas). É bastante engraçado e tem piada, e o que tem mais piada é que mesmo quando andava na escola primário ela também era coladinha a outra. Mas é só coincidência >.< E eu gosto mesmo é de rever os professores, mais do que a própria escola, que também traz as suas lembranças, mas não teria o mesmo significado sem os professores lá. Digamos que eles normalmente me reconhecem e simpatizam comigo, pelas notas mas principalmente pela minha maneira de ser e gostos estranhos, e isso deixa-me feliz, até porque eu também nunca tive (bem, tive uma vez) um mau episódio com nenhum deles. Mas entendo a sua felicidade ao seu livrar das tretas.

      EU ADORARIA QUE VOCÊ ME OBRIGASSE A TAGARELAR ATÉ AS AULAS TERMINAREM <3 <3 <3 SERIA UM DOS DIAS MAIS FELIZES DA MINHA VIDA <3 Ah, não, do mangá só tenho os últimos 4 volumes, o resto tive de ler na internet, não há grana para tanto ;) Bem, lá pelos alunos se terem interessado, isso não quer dizer que tenham acabado por dar um saltinho aqui no blog, mas pelo menos foram bem receptivos. Talvez também tivesse rolado um debate se eu tivesse tido tempo, mas como foi para despachar, eles mal falaram, assim como eu. Uma pena mesmo :3 Mas pelo menos tenho o meu próprio blog de No.6 e aí até tenho a sorte de ficar com o registo de tudo o que penso sobre a série, aliás, prometo um excelente post em breve que mostra que Nezushi é muito mais do que simplesmente um casal homossexual, e é por isso que o amo tanto.

      Eliminar
    3. Esse dos lugares mais belos do mundo também me arrebatou completamente, e essa imagem dos peixes de que você falou faz-me precisamente lembrar de um fanart que vi há anos, não parece mesmo real. "o ser humano tenta pagar uma de macho alfa, mas no final nós não passamos de um bando de ukes shotas passivos! u.u" MELHOR COMPARAÇÃO EVER >/////< E eu acho que preferia ter sido mantida na ignorância sobre como castram os animais aí porque isso é tão desumano que até dói só de imaginar, eu não sei se choro ou se rio histericamente. Não sei como é por aqui, mas provavelmente é mais do mesmo. E eu também não sei como é que é preciso um estudo desses para provar o óbvio, mas enfim.

      Haha, eu ri demais com esse post de química! Bem que eu sou uma palerma a química, mas pelo menos não me meto com coisas dessas. Pena é ainda não terem descoberto forma de invocar o Sebastian. E que episódio esse com o seu stor de química -.- E como assim você sabe tanta coisa?!?! Acho que quase todas as curiosidades mais voltadas para a medicina que eu post aqui você já sabe! (mas pelo menos a parte dos neurónios foi novidade ^^). E mesmo com inexperiência, acho que os seus shoujos bastam para fazer você entender lindamente o post dos relacionamentos, embora esse post fale precisamente do que eu acho que falta aos shoujos.

      Haha, irmãos servem para isso >.< Bah, não é culpa sua não conseguir nenhum. É culpa dos homens não estarem à sua altura. Eu comecei a pensar mais ou menos o mesmo para mim própria. Além disso, se ainda não namorou, é porque tudo tem o seu tempo certo para acontecer.

      MENDIGAR SEMPRE \o/ Oh, e ainda fico à espera dessa entrevista com o Rafa.

      Jaa!

      Eliminar
  5. Oii o/
    Sério que cê entrou na escola da tua irmã pra apresentar sobre seu anime/mangá/outras coisas favorito? QUEM ME DERA EU PUDESSE!!
    Essa gente da minha escola é um caso tão perdido que nem servem pra saber o que é um anime, aff. E se eu apresentasse algo com homossexualidade iria rolar uma polêmica ainda maior. Ridículo e desnecessário, e ainda acham que eu sou uma fresca que acha que tudo é homofobia ¬¬
    Eu não conheço nada de no. 6, porque ainda não vi, não li, não nada.
    Quanto aos posts no final, só que que prefiro mil vezes biologia? Meu deus, em minha opinião (nunca estudei química), pelo que vi de minha irmã, e na internet, eu acho que biologia é tipo, bem melhor e-e química é coisa de gente do satã, só pode!
    O de relacionamento nem li, já to na bad e nem sei porque e-e sério, tá ficando zoado isso '-'
    Lugares mais bonitos do mundo, eu abri alguns até, já faz tempo, mas nem lembro ;W; abro again em breve se o tempo ajudar
    Kissuuus :3
    r-ealize.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haha, sim e não, eu referi que tinha adaptação para mangá e anime mas sem dar muito enfâse nisso, porque o que eu apresentei realmente foram os livros/novels. Além disso, se calhar também nã houve polémica porque não restou muito tempo para perguntas. Mas é mesmo, até eu fiquei espantada com a maturidade da turma.

      Mas sabe, eu ficaria imensamente grata se desse uma oportunidade No.6. Não ao anime, que está uma bela treta, mas ao mangá, pelo menos. A arte é bela, a história é bela, a relação entre as personagens é bela, e tudo está imensamente bem construído e pode ser aplicado ao nosso mundo. Aliás, a relação entre o Shion e o Nezumi é tão assustadoramente única que eu não consigo simplesmente não falar dela sempre que vejo oportunidade.

      Não fique mais na bad ainda e espero que o seu humor volte depressa, leia apenas os outros artigos que recomendei ;) E eu SEM DUVIDA prefiro biologia a química. Química é interessante, mas não percebo nada. Depois veja esses links com as paisagens, valem muito a pena :)

      Eliminar
  6. OK vou escrever o comentario pela 3ª vez! Ta dificil <-<

    Anil-chan olááá ♥
    Bem que sorte, ao menos dás-te bem com as professoras de português... Não que eu me dê mal com alguma que tive mas que eram todas "da tropa" eram... Cheguei a ter uma que dava estalos aos meus colegas mais "irrequietos" e outra que mandava uns berros que até o pessoal do conselho executivo lhe tinham respeitinho......... Memórias... :')

    Uma vez que nao li o mangá tbm estou a ler com bastante atenção ahaha xD
    Nezumi? o.o Significa rato em japonês xD

    Aquele momento em dizes que como só são do 9º ano deve ser dificil ler em inglês para eles, e eu que já fiz o 12º é-me igualmente dificil.................. u-u'
    Nao é o meu forte ahah ^^''

    PORRA QUE IMAGENS LINDAS ;A;
    Eu tenho muita pena de nunca ter saído de Portugal... quer dizer, o principio de Espanha nao conta, uma vez que fica a 15 minutos de carro desde a minha cidade e-e'''

    Oh.. mas nós temos a palavra "Saudade" que nao existe nos outros países ;-;
    Cafuné cá nao existe nao, e eu tambem nao sei bem o que significa........ xD

    Ai Anil-chan, abraça-me ;A;
    Adorei essa parte dos animais.. oh... eu sou a favor, apoio totalmente ♥ TT^TT

    Ok assustei-me com esse gif do peixe morto com sodio...masoq O.O'

    Awwn ;-;
    Bem, post muito bom, eu não sei como consegues fazer posts assim tão grandes em pouco tempo (pelo menos dás a entender que conseguiste fazer num dia) é que eu quando faço assim faço durante uma hora por dia ou algo parecido... xD
    Enfim, bom trabalho Anil-chan!! >-<

    Kissu~
    http://bunny-animesespectaculares.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kamisama, TERCEIRA VEZ?!?! E eu ainda demorei tanto para responder!! :O

      Eu cheguei a saber de um episódio que você contou no seu blog de uma professora sua que disse que você não escrevia bem e que estava a destroçar o seu sonho sem motivo nenhum, mas não sei se era de português. Realmente essas têm ar de ser "de tropa" >.<

      Dê uma oportunidade ao mangá, quando tiver um tempinho. Ficaria mesmo feliz por ter mais alguém com quem compartilhar isso, a relação entre o Shion e o Nezumi é mesmo única. Sim, Nezumi significa rato, é um apelido, mas o seu nome verdadeiro nunca é revelado e ele também não precisa de outro, esse assenta-lhe na perfeição.

      Bom, na verdade, inglês também não é o meu forte. Safo-me por escrito, percebo suficientemente bem o que é dito, mas se tiver se ser eu própria a falar, é desastroso. A minha pronúncia é fraca e não sou tão fluente como na escrita. Eu estou no 12º ano agora ^^ E já que estamos a falar de línguas... É, mas eu acho que nós os portugueses exageramos nisso da saudade. Talvez os outros países não a tenham em significado literal, mas pelo menos em inglês há a palavra "longing", que anda ainda mais perto de saudade do que "missing". Aliás, se você tacar no google tradutor, acho que traduzem mesmo como saudade. Pela ilustração, cafuné parece ser cabelo encaracolado, e pelos vistos no brasil é bastante comum >.<

      Anil-chan é um apelido tão fofo :3 Oh, você fica assim tão perto de espanha? Eu, pelo contrário, fico muito perto da praia. Mas também nunca saí de Portugal. Ainda bem que gostou dos artigos que partilhei aqui no post.

      Se quer mesmo saber, não acho que tenha demorado tanto assim, umas 3 ou 4 horas, mas não deve ser nem metade do que as postagens habituais demoram. Devo ter feito em dois dias, primeiro fiz em separado a parte dos artigos, e o resto todo (introdução, textinho sobre No.6, conclusão) deixei para um dia em que tivesse algo a contar com a emoção certa ;)

      Eliminar
  7. Any-chan!!!
    Demorei pra comentar dessa vez, né fia? Gomen, tava em semana de provas uper-ocupada!!!!!
    Vim aqui passar um pequenino flood, pra depois falar do teu post- lembra que eu tinha dito que era melhor você fazer um layout com algumas cores mais escuras misturadas com vibrantes? Pois é, meio que eu não te esperei e peguei aquele teu Layout do Reunion Will Come e troquei o tema No.6 por Amnesia (sim, o Otome Game). Alterei as cores, deixei ele o mais bonitinho possível (porque bonito ele já tava, agora depois de alterado não sei) e queria que você desse a sua opinião depois!

    Agora falando sobre o post: Eu vou ser sincera com você; Quando começas a falar de No.6, pra mim você tá falando grego, até porque eu não entendo nada! E quanto mais você e a Bocchan falam de No.6, mais eu fico curiosa pra ler, mas eu tô sem tempo e fico na vontade, sabe? É UMA TORTURA!!!!!!!!!!
    Bom, era isso que eu queria falar, kisses <3

    http://docetesrevolts.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haha, eu vi esse layout ontem mesmo, aliás, ia elogiar a edição no seu blog >.< Acho que fez bem, eu também gosto da base e fico feliz por gostar também, e acho que a edição ficou perfeitamente bem feita. Mas depois vou precisamente lá comentar em condições, o que já pretendia fazer ;) Quanto à demora para comentar, não tem problema nenhum, porque eu demoro sempre imenso para responder. Espero que as suas provas tenham corrido bem.

      Sobre No.6: Se é tortura assim tão grande, PORQUE RAIO É QUE NÃO LEU O MANGÁ AINDA?! Eu quero é mais fãs com quem falar dessa perfeição, não pode dar nem uma oportunidadezinha ao meu mangá favorito? Por favor, não veja apenas o anime, opte antes pelo mangá ou pelos livros, agora eu fico extremamente desgostosa com a adaptação. Assim que tiver um tempinho, é claro. E de qualquer forma, mesmo não percebendo vá lendo as minhas opiniões, depois quero saber se acha a relação daqueles dois tão extremamente bem conseguida e distinta de todos os relacionamentos de qualquer história como eu achei.

      Jaa!

      Eliminar
  8. Olá, tudo bem?
    Meu, você merece minha admiração! Sério, mesmo que eu seja uma pessoa que goste muito de falar sobre as coisas, explica-las e debatê-las acredito que "filosofar" na frente de uma turma seria tipo impossivel KJDSHFJKSDHFKJDFH eu travaria na hora com certeza e não conseguiria dizer nada. Mas, acho impressionante e até admirável que eles não tenham sido "mente fechada" ao fato de Nº6 ter um relacionamento homossexual.
    Acho que de algum jeito foi por isso que esse anime mesmo sendo um yaoi, me conquistou tanto. No começo eu pensei que ia ficar traumatizada -o que eu não queria afinal era meu primeiro anime do gênero- mas eu me surpreendi tanto de ver como o "romance" deles não é algo... Bom, não é aquela coisa de sempre, é uma relação simples, mas ao mesmo tempo complicada que não se consegue explicar direito. Bom, eu ainda não li a novel por um todo, mas já sei sobre o final por meio do desespero pós-anime em saber o que acontecia depois do final etc e tal KDJSFHKJDSHFJKSDHKJFH, mesmo que não seja uma total leiga no inglês, eu acabo gastando muito tempo lendo algo em inglês porque se eu não me concentrar acabo lendo a frase e a tradução não me vem e, como forçar a vista me dói, eu acabei empacando na parte que estava lendo em inglês e decidindo esperar os volumes que estão saindo aqui no Brasil tanto do manga quanto da novel.
    Esses lugares são tão *o*, acho incrível como mesmo vermos tanta destruição ainda existem lugares tão belos quanto esses <3. E como assim em Portugal não existe a palavra cafuné? owo então como chama quando vocês ficam fazendo aquele carinho na cabeça de outra pessoa e ela fica calma? (a proposito o link está solicitando uma senha para visualizar o conteudo T^T)
    Eu também sempre achei obvio que os animais tivessem consciência, afinal, não creio que de todo um planeta somente uma raça o seria entre outros fatores.Também não acredito muito que emoções sejam algo que devam ser usadas como desculpa para não cumprir nossos objetivos/metas/deveres, acredito que se estamos com o humor lá embaixo, devemos nos empenhar pra fazer o que queremos pois isso tudo é psicologico, nos empenhar além de aumentar esse humor ainda vai fazer com que mais tarde não estejamos "atolados" ou com aquela sensação chata de "desperdicei meu tempo".
    *correndo para ir ler o artigo sobre o coração*
    "O amor significa apoio, convívio, mas de uma forma natural, nem sempre intensa. " THIS!! Apenas tudo que tenho a dizer.
    Bom, boa sorte com seus trabalhos e com a escola ^^, se não me engano aí agora é começo de um novo ano letivo certo? Pois aqui no Brasil já estamos no último bimestre, então acredito que ambos sejam contrários (?)
    Enfim, acho que é isso (?) KJDSHFJKDSFHJKDSH Um bom post como sempre Any! =^=
    ~Sayo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haha, olha quem apareceu! ;)

      Antes de mais, agradeço a admiração, eu tenho um certo à vontade ao apresentar coisas que conheço bem, ainda mais se eu considerar que elas representam algo de que o mundo precisa, e No.6 para mim é a perfeição total nesses requesitos. Na verdade, No.6 não é classificado como yaoi - quanto muito, pode-se dizer que o relacionamento é shounen-ai, mas não se pode considerar isso o anime/mangá/novel em si porque não são é o centro da história e reduziria imenso as mensagens que ela passa. Está a par do mangá? Se calhar você já me disse, mas eu não sei porque sou destraída, e acho a pergunta importante porque o anime é muito raso por comparação com o mangá/novel (esses bem equivalentes entre si). Sei como é essa dificuldade em inglês, ainda tenho um nadinha dela e há apenas um ano estava nessa fase de demorar séculos para entender o que quer que seja devidamente. Oh, eu traduzi a novel de "continuação", Beyond, para português, caso queira ler [nota: contém spoilers sobre os mangás e novels, muita coisa referida aí não consta no anime]: http://reunion-will-come.blogspot.pt/2015/08/traducao-da-novel-beyond.html

      Também acho incrível como a natureza pode ser tão forte, mais que o ser humano, sem dúvida :) Acho que não temos um nome específico para isso, é apenas "acariciar o cabelo", "afagar a cabeça", não tem realmente um nome. Oh, não sei se conseguirei resolver o problema com o link, o tumblr onde isso está não é meu, mas obrigada pelo aviso.

      "devemos nos empenhar pra fazer o que queremos pois isso tudo é psicologico, nos empenhar além de aumentar esse humor ainda vai fazer com que mais tarde não estejamos "atolados" ou com aquela sensação chata de "desperdicei meu tempo"." EXATAMENTE!!!!!!!!!!!!

      E sabe o que é melhor? Esse trecho do amor que você retirou encaixa-se perfeitamente em Nezushi, e é algo que eu valorizo de coração :3

      Acertou sobre o ano letivo aqui, boa dedução ^^ Jaa!

      Eliminar
  9. Nossa... Deve ter sido muito legal essa experiencia, e pelo que você descreveu eu acho que eles gostaram sim. NO.6 é um mangá muito bom, gostei muito de ler e sinceramente, gosto mais do mangá do que do anime kkk.

    "O amor significa apoio, convívio, mas de uma forma natural, nem sempre intensa." Eu não poderia ter colocado de uma melhor maneira, é exatamente assim. Não adiante dizer que ama outra pessoa se não está lá com ela a apoiando, aconselhando, cuidando e protegendo.

    Abraço ^^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha quem apareceu! ;) Eu acredito que sim, embora não tenha sabido nada da turma desde então. E sem dúvida o mangá é melhor. Mas você leu os capítulos finais? Pergunto porque não estão disponíveis online. Os finais são extremamente diferentes do anime e valem ainda mais a pena serem lidos. E aliás, acho que retrata precisamente esse trecho de que você gostou tanto. Jaa!

      Eliminar

♡ Saiba mais sobre o mim ou sobre o blog através do menu

♡ Quanto a comentários:
» Os pedidos são aceites nos comentários ou na ask (vejam o menu)
» Críticas construtivas são bem vindas. Barracos, não.
» “Seguindo, segue de volta?”, só serão aceites em blogs principiantes – e eu irei confirmar ao blog. Caso contrário será ignorado.
» Deixe o link do seu blog no fim do comentário e eu faço questão de pelo menos visitar e comentar.
» Pode usar estas carinhas:
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †