dezembro 28, 2014

Resenha: A lenda de Korra


Ohayou, sapinhos do meu kokoro ^^

Este é aquele tipo de post que eu escrevo mal acabo um anime {escrevi há dois dias} e, apesar de ter encontrado um monte de spoilers antes do último episódio, a emoção ainda é suficiente para me fazer disparar a escrever. Neste caso, não é exatamente um anime e sim um pseudo-anime, já que não é japonês e tal. E é tão bem feito. :3 Melhor que muitos animes, atrevo-me a dizer e, diferindo da série antecessora, de Aang (tenho uma resenha tosca e antiga aqui» www), tem uma abordagem mais adulta. Refiro-me a AVATAR: A Lenda de Korra, que acabou na semana passada ou algo assim.

A série de Korra passa-se 60 anos depois da série de Aang, e é incrível ver como as personagens antigas são lembradas e a sociedade evoluiu. Temos personagens novas, obviamente, e recordo-me de como, embora a primeira temporada me tenha entusiasmado tanto, não me encantou da mesma forma que Aang. Contudo, agora que já vi as 4, diria que faz mais o meu estilo. Claro que ambas as séries são incríveis e detesto ver pessoas a comparar as duas apenas para discutir, principalmente quando comparam os dois avatares, mas têm realmente bastantes diferenças.

Em que termos é que a sociedade evoluiu? Dobradores de metal em grande número, construções mais avançadas e bastantes máquinas, uma sociedade steampunk, os avatares depois do Aang voltaram a ser treinados para proteger o mundo (em vez de terem de o aprender por si próprios, que foi o que aconteceu ao Aang), há até aviões e as monarquias estão a ser abandonadas. A avatar atual é Korra, e antes de passar aos comentários, aqui vai um pouco do que esperar em cada temporada:

Na primeira, Korra (que nasceu na tribo da água do sul e começa com 17 anos) parte da sua terra natal e vai em direção à cidade república para aprender dobra de ar. Lá conhece muitas pessoas, entra num jogo de dobras e arranja uma equipa,com quem aprofunda a amizade, e começa a descobrir que ser Avatar não é apenas intimidar vilões e exibir poderes. Uma revolução anti-dobradores é liderada por Amon, que consegue tirar os poderes de quem quiser. 

Na segunda, Espíritos estão a atacar a tribo da água do sul, e o tio de Korra, Unalaq, foi mais eficaz a afastá-los do que a própria avatar. Esta decide ficar para aprender com ele a domar os espíritos, e a partir daí sucedem-se acontecimentos ligados a problemas familiares (e românticos também), a origem dos avatares, a convergência harmónica e uma guerra civil a ser impedida, mas provavelmente é melhor eu não tagarelar mais.

Na terceira, graças à convergência harmónica, começam a surgir dobradores do ar por todo o lado, e estes têm de ser integrados na sociedade. Há conflitos com a rainha do reino da terra e Zaheer, que tinha estado aprisionado, também consegue dobra de ar e foge, reunindo um grupo da Lótus vermelha. Essa organização pretende destruir qualquer forma de governo do mundo, pois acredita que a ordem natural das coisas é o caos, e para isso teria de assassinar a avatar.

Por fim, na quarta temporada, 3 anos depois o fim da anterior, Korra ainda não recuperara por completo dos danos que sofrera e só retorna ao seu dever quando se sente mais capaz. Mas nem toda a gente confia nela como dantes, pois além de ela estar enfraquecida, Kuvira, uma dobradora de metal que quer unificar o reino da terra num império, é uma inimiga que parece bem mais poderosa e no controlo da situação do que a Avatar.

Quanto à animação, ela é excelente. Bem, exceto na segunda temporada, enquanto é assumida pelo estúdio Pierrot, mas assim que o estúdio Mir volta a tratar dela, é perfeita. Eu gosto de ver como o estilo é mais realista que o de muitos animes, mas sem chegar a ser grotesco ou por de parte o encanto da animação, nota-se bem que é desenhado, apenas tem um estilo próprio (e muito belo, aliás, a Korra em si é lindíssima e não tem aquela beleza que já se tornou vulgar em muitas personagens de animes). Os movimentos e efeitos usados na dobras são incríveis, e as próprias lutas são um fenómeno: baseadas em movimentos do Kung Fu e muitos outros estilos, as personagens saltam, correm, interagem e dobram o próprio cenário que as rodeia, lutam com os pés, e os golpes sucedem-se com mais rapidez do que eu consigo acompanhar. Ah, e não há conversa durante as lutas, se é uma cena de ação, é uma cena de ação, algo que certos estúdios de anime parecem não compreender. A trilha sonora dá até vontade de chorar, na sua maioria, e há uma synthesia que eu adoraria aprender (www). As cores adequam-se perfeitamente a todas as cenas. Reclamar da animação? Nem sei como é que alguém consegue fazer isso.

Outra coisa que adoro em Korra é como tantas vezes recorre ao simbolismo, até nos próprios vilões. Cada um deles - Amon, Unalaq, Zaheer e Kuvira correspondem, respetivamente, às ideologias de que falarei a seguir: Comunismo, que deseja estabelecer uma sociedade igualitária baseando-se na ideia de propriedade comum; Teocracia, em que qualquer tipo de ação (jurídica, política, whatever) é submetida às regras de certa religião; Anarquismo, como já expliquei, visa destituir qualquer tipo de governante, acredita que o caos é o estado natural das coisas, não necessariamente visando a desordem, mas sim evitar que alguém tenha de agir sobre coerção (sendo obrigado/impelido); E Fascismo, que quer unificar tudo num estado vigilante, forte, organizado sob certos princípios que o líder considerar corretos, acreditando que a violência política, a guerra e o imperialismo são meios aceitáveis para conseguir um estado assim. Quantas semelhanças com o nosso próprio mundo, não? Ouvi dizer que os diretores tiveram aulas de história antes de cada temporada >.<

 
 

Agora sobre as personagens, tentarei falar resumidamente das mais importantes:
  • Korra era uma garota impulsiva, muito talentosa e um nadinha bruta, que teve de aprender a ter controlo de si própria e conhecer-se, para conhecer também o mundo, se tornar mais sábia e trazer o equilíbrio. Ela cresceu tanto! *.*
  • Mako e Bolin, respetivamente um dobrador de fogo e de terra muito talentosos, são dois irmãos que cresceram órfãos e tiveram de aprender a desenrascar-se, e que após conhecerem Korra, entraram na equipa dela e passaram a ajudá-la na sua jornada. Mako é sério, um bocado fechado mas gentil, e Bolin é mais animado, engraçado, espontâneo e sincero.
  • Asami é uma não dobradora mas que mesmo assim luta muito bem, além de liderar uma empresa de "máquinas", a Indústria Futuro. No começo parecia ser apenas uma mulher rica e mimada, mas tem uma personalidade forte e é muito compreensível e paciente.
  • Tenzin é filho de Aang e um grande dobrador, que casou com Pema. Os filhos são Jinora, Ikki e Meelo, todos dobradores de ar que crescem IMENSO ao longo das 4 temporadas, sendo a primeira muito calma e com uma grande afinidade espiritual, e os dois outros mais animados.
  • Kai é uma personagem que só aparece na terceira temporada, acabando de ganhar dobra de ar. Era um ladrão que, digamos assim, aprendeu a comportar-se, e é muito social, carismático e boa pessoa. É da mesma idade da Jinora, então... ;)
  • Varrick e Zhu Li, cuja primeira aparição é na segunda temporada, são dois génios que mudam facilmente de lado, mas são ótimas pessoas, e extremamente cómicos. A personalidade deles não muda muito com o tempo, mas adquirem maior importância e ganham profundidade.
  • Lin e Su Beifong são filhas da Toph, a dobradora de Terra e metal da série de Aang, e são tão talentosas e de génio tão forte como a mãe. A Lin não gosta muito de demonstrar sentimentos, até porque a vida já lhe pregou várias partidas, mas é muito querida. E a Su também, logo de cara.

Outra coisa que passariam apenas por ships em muitos animes, em Korra tem uma importância enorme: os relacionamentos entre as próprias personagens. Vou colocar parte do texto e do fundo em branco para ninguém receber spoilers, mas é uma parte grande do post, precisamente por eu considerar tão importante. Para ler, basta selecionar o texto: Começando por relações que não sejam de amor, eu adoro todos os tipos de laços familiares que aparecem, seja a ligação natural entre a família dos dobradores de ar, o Tenzin, Pema e os filhos, ou a da família Beifong, com a sua dose de ressentimentos e conflitos, mas ainda assim tão intensa. Sobre amizade, basta ver como TODAS as personagens se dão bem e confiam umas nas outras, reconhecendo o valor de toda a gente e compreendendo as suas emoções, mesmo não as compartilhando ou tendo pontos de vista distintos. Mas essa amizade é ainda mais notória no novo Team Avatar, Korra, Mako, Bolin e Asami - passaram tantas peripécias e ultrapassaram tantos obstáculos juntos, que se não se separaram durante isso, então a união entre eles é inquebrantável. E há ainda outro tipo de relacionamentos, como de compromisso para com a sociedade, a estima e responsabilidade que Tenzin sente quando surgem dobradores do ar, empatia com certos inimigos...

Por fim, sobre romance: [e aqui começa o spoiler] Falando dos relacionamentos amorosos não tão focados, começo com o Bolin: se foi rejeitado pela Korra na primeira temporada, a partir daí encontrou bastante s namoradas e estabilizou com a Opla, filha de Su, que se tornou uma dobradora de ar incrível e é muito inteligente, mas também sabe ser carinhosa e se diverte com o Bolin. Os sentimentos entre Zhu Li e Varrick começaram a ficar claros na quarta temporada, e achei lindo a fofa e esperta da Zhu Li deixar de ser apenas a assistente de Varrick para "fazer a coisa", ou seja, casar com ele e ocupar um papel igual ao dele, que de certa forma representa o crescimento do papel da mulher na sociedade. Os filhos deverão ser uns génios! Na primeira e segunda temporada, o Mako ora ficava com a Korra ou com a Asami, e embora fosse normal para adolescentes, e eu fosse fã de Makorra, tornou-se óbvio na segunda temporada que, por muito que se valorizassem, se amassem, se admirassem, arriscassem a vida um pelo outro e confiassem um no outro, a relação deles NÃO funcionava. Além disso, um relacionamento não deve ser uma obrigação, e chegando a essa conclusão, fizeram bem em terminar de vez.

E com isto chegamos a Korrasami, que para quem não percebeu pelo final, é realmente canon, e podem ver a confirmação dada pelos produtores no blog Mundo Avatar. Um ship yuri, de que muita gente não gostou e considerou que foi "de último minuto" ou apenas para "agradar a maioria dos fãs" que já tinha topado a proximidade crescente entre aquelas duas. Tenho até um fanart que traduz essa proximidade na perfeição, ao lado. Realmente, na primeira temporada, e na segunda, não havia nada entre elas a não ser uma rivalidade amorosa e até um bocado irritante, embora elas fossem ambas muito maduras e nunca tenham discutido feitas duas crianças, deixando essa rivalidade suportável e até compreensível. Mas a partir do livro 3, a amizade delas floresceu: O mako não sabia muito bem como lidar com as duas, por já ter namorado ambas, e elas até se riam do ar desajeitado dele, além de se terem perdoado por todo esse conflito. Divertiam-se juntas, tinham bastante a aprender uma com a outra, resolveram montes de problemas trabalhando em conjunto de forma mais eficaz que muita gente) e cultivando confiança e sinceridade. Eu não era Korrasami até poucas semanas, até porque prezava a amizade tão linda delas, mas só sendo cega para não ver como se amavam, principalmente no final da temporada 4, e se elas são felizes juntas, que fiquem juntas, e aproveitem as férias delas no mundo dos espíritos. Acho perfeitamente normal os homofóbicos sentirem repugnância, acho normal os Makorra gostarem mais do seu próprio ship e desejo que fiquem felizes com todo o material de fã que já há e está por vir, fanarts, fics... Mas não vale a pena odiar ou discutir por causa disto. Para mim, qualquer final seria bonito, e aprovei este porque me pareceu ter sido bastante natural. E aqui está algo que li no blog ConversaCult: Korra representa o mundo tradicional de espírito e dobras enquanto Asami representa o futuro tecnológico. (em outras palavras, Korra é uma força bruta que derruba paredes e tem um propósito, enquanto Asami é uma pessoa esperta que sabe como canalizar essa força para ajudar Korra a seguir o próprio propósito e, com isso, ter um propósito pra si mesma) [fim dos spoilers]

Korra é considerado um anime subversível, ao ponto de ter sido censurado a partir de não-sei-qual temporada, e passou a ser exibido apenas na internet. {Isto porque, como já disse uma vez, aqui no ocidente acreditam que as crianças são atrasadas mentais e não devem ver coisas mais pesadas, que as façam pensar muito e questionar valores impostos até mesmo pela religião. Ver novelas e programas de televisão com sexo e violência? Isso podem, mas num desenho é demais} Comentários meus à parte, este post» www «do blog mundo avatar é perfeito por explicar em detalhe a forma como Korra quebra tabus sexuais, políticos e raciais - já que a Korra não é propriamente de pele clara - e passa lições enormes sobre amor, perdão e confiança (Uma frase que vi no tumblr associada a uma cena da 4ª temporada: Perdoar não significa confiar, confiar não significa perdoar), a importância até mesmo dos mais pequenos, sobre a influência da cultura e a auto-aprendizagem, e muito mais.

Não é preciso assistir Avatar Aang para ver Korra, embora seja mais indicado, pelo menos para quem quiser compreender as referências às personagens antigas. São ambas as séries encantadoras. E recomendo a toda a gente, mesmo a quem julga não gostar de animes e que acha que um "desenho" onde a personagem tem poderes e está destinado a proteger o mundo é algo infantil, pois irá surpreender-se pela forma como tudo é tão intenso, realista e humano.

E era esta a minha recomendação. Vou mesmo sentir saudades de Avatar, e é raro eu admitir isso.

18 comentários:

  1. Putz, eu queria muito assistir Avatar e Korra, do começo, porque me interessa muito! Onde você vê, Anilyan-san? ;w; Eu odeio ver coisas online, no youtube e etc, mas hoje em dia tudo é em torrent, e meu pc não aguenta, coitado x-x Isso porque eu tentei colocar o programa pra baixar torrents e veja bem, ele bugou tudo e tive até de formatar o meu filhote. --''
    Censura.... bem, eles censuram só o que não devem, né? XD Eu sempre assisti animes dos mais pesados e desde muito nova, e quando comparo a mim mesma com os amigos e primos da minha geração, parece que sou a única que não desandou, hahahaha! Não sabia que Korra havia sido censurado também, que absurdo! D: mas, ao mesmo tempo, não sei se me choca de fato.
    Ótima resenha, bem completa ♥
    Beijo,

    shana { hishoku-sora.blogspot.com }

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antigamente eu via no anitube, mas como no meu pc começou a ter problemas (mas se calhar no seu funciona bem), agora vejo no animalog: http://animalog.tv/?cat=104 Procure você pela primeira temporada, no link que lhe mandei parece que só está a quarta. Veja a terceira opção de vídeo, que tem uma barrinha cinzenta em baixo, é a melhor.

      Bem, em Korra eles não censuram as cenas, na verdade, a censura é simplesmente porque se recusaram a exibir a série na televisão e passou a ser exibida apenas na internet. Apenas por isso, mas ainda acho um absurdo.

      Ainda bem que gostou da resenha ^^

      Eliminar
  2. Era disso que eu precisava para tomar vergonha na cara e começar a assistir Korra, obrigada Any!! (owó)/ Admito que eu julgava demais sem conhecer a "nova versão" dos avatares, porém não fazia publicamente, era algo pessoal entre eu e a minha irmã, que éramos ambas loucas pela lenda de Aang. Quando vimos Korra achamos que era algo desnecessário e ignoramos completamente mas, agora lendo tudo isso percebi o quão estúpida fui e até conversei com ela sobre isso, ahahah' XD

    Eu lembro de madrugar assistindo Aang, ria imenso e me emocionava imenso, até meu pai gostou dessa animação, o que por si só é um milagre! Mas agora para mim fica fácil notar as diferenças das duas sagas. Aang seria mais voltado para o "espírito" em si, a forma como ele interage com a terra e seus elementos, algo muito bonito (deve ter sido por isso que meu pai gostou tanto q). Já Korra é voltado para algo mais sério e real, fugindo do que poderia ser considerado "imaginário" demais, com questões políticas (adoro isso embora falte-me paciência para tanto), raciais, whatever... Cara, teve yuri no final!!! SAHSUAHSUHAUSHAU' Li isso no facebook e non acreditei mas, ora vejam só, TEVE MESMO!! OOOH!!!! XD Não sei se relacionei certo, mas me pareceu algo assim. Gostei bastante da resenha, agora me deu uma vontade de ver Korra (*w*)'

    Mas ainda vou terminar Free!! XD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que acabe FREE depressa para poder ver korra em breve, é realmente ótimo! É bastante diferente de Aang, e precisamente por isso, quando vi a primeira temporada pela primeira vez não simpatizei muito, mas agora que cheguei ao fim e olho em retrospetiva acho que superou Aang. Espero mesmo que você e a sua irmã vejam. E quanto a Free, como andam os ships? ;)

      O yuri não está explícito, mas os próprios produtores disseram que foi porque não podiam passar um certo limite, e confirmaram que é canon. E mesmo todas as outras barreiras que os produtores ultrapassaram para passar mensagens são tocantes.

      Jaa!

      Eliminar
    2. Vou te responder por aqui mesmo, tudo bem?
      Terminei FREE ontem e fiquei muito feliz com aquele anime ♥ os três últimos episódios foram de longe, os que mais gostei. Ver o Rin com os pais adotivos dele, o Haruka tentando falar em inglês, os próprios pais e o Rin conversando normalmente em inglês... Eu me senti comovida, ainda mais por ver esses personagens tão carismáticos falando um língua que não é tão "normal" de se ver em animes, aquilo foi muito bacana!! Eu amei!! E tem os outros personagens também ♥ eu me apaixonei por eles!! Momo, o rosado amiguinho do Makoto que virou meu queridinho (>u<) e o Sousuke, embora este tenha me deixado um pouco chateada pela forma "egoísta" que agia devido ao Rin, mas eu acabei o consolando e dando-lhe um posto de "perdido fofo" no final das contas. XD Ah!! Sem mencionar o caso do hotel que me fez rir um bocado!! Aquela parte foi muito engraçada, ver o tubarão sem jeito me deixou contagiada... No final das contas acabo tendo um grande apreço pelo Rin ;u; ele é uma graça ♥

      Achei interessante esse caso de yuri em Korra, mas agora que terminei FREE vou terminar Ao Haru Ride, Korra é muito longo então vou finalizar os curtinhos antes, Thehê!! XD

      Eliminar
    3. Tudo bem ^^

      FINALMENTE!!! Foi muito divertido de ver, não foi? Eu pessoalmente gostei mais da segunda temporada do que da primeira, e creio que um dos motivos foi precisamente o Rin, que é tremendamente fofo. Aliás, você acho montes de coisas que eu disse na minha resenha, incluindo a parte de ter pirado com a viagem à Austrália. Eu pelo menos adorei :3 Free foi tão engraçado, fofo, simples mas ainda assim com um mínimo de história - nunca diria, antes de começar a primeira temporada, que me ganharia tão facilmente. Ainda bem que a minha recomendação deu certo ^^

      Provavelmente é melhor mesmo acabar Aoraido, eu também faço isso de acabar animes curtinhos primeiro :) Jaa!

      Eliminar
  3. COMO ASSIM KORRASAMI É CANNON!? Eu pensei que fosse algum tipo de insinuação, ou então um final voltado para o lado da amizade, mas como assim que é confirmado o cannon!? Omg assisti um pseudo-anime yuri e nem sabia disso! (mais uma vez a realidade me dando uma voadora na fuça). Enfim, eu preferia que a Korra tivesse ficado com o Mako Ç.Ç, eu tinha ficado TÃO FELIZ quando eu vi que teria romance em Avatar Korra, mas aí eles terminaram e talls Ç.Ç (e você sabe como eu sou super chegada em romances e em finais felizes com o casal junto! Eles não tendo ficado juntos me quebrou o coração T-T). PORÉM, eu achei LINDO o final, eu terminei com uma sensação de felicidade e tristeza ao mesmo tempo, triste por ver que a Korra não ficou com o Mako, mas feliz pelo belo trabalho que fizeram no final. Foi algo tão, mas tãoooo natural que eu não percebi que aquele final era na verdade Yuri. Ficou algo super lindo, puro e sentimental, quase chorei naquela joça Ç.Ç.
    Enfim, sobre o anime/desenho em si, eu amei a primeira temporada e a terceira, para mim foram de longe as melhores, principalmente a terceira, devido ao vilão que colocaram. O Zaheer não era apenas mais um maluco querendo dominar o mundo, pelo contrário ele tinha muita sabedoria, ele era aquele tipo de vilão pelo qual a gente se apega (aliás, eu até shippava ele e a Korra e sonhava com um possível ciúmes do Mako, enfim não adianta eu sempre acabo transformando tudo num romance shoujo na minha cabecinha e.e'''''').
    Tá aí uma coisa que eu realmente não entendo! Assistir novelas, filmes mais pesados e até mesmo ouvir músicas bagaceiras na rua pode, mas se for colocar algo um pouco mais elaborado em desenhos animados, aí as crianças não podem ver e nem chegar perto! Mas esses dias eu estava vendo um documentário sobre crianças e ele se passava na França, olha eu fiquei de queixo caído com aquela creche do documentários, pois as criancinhas de 5 e 6 anos tinham AULA DE FILOSOFIA! E dessa aula saia cada reflexão e assuntos que eu fiquei muito boba ao ver aqueles coisinhas pequeninas respondendo de formas inimagináveis.
    Enfim, eu não sei se você ficou meio "WTF!?'' por eu estar aqui comentando, pois eu disse que estaria na praia e talls. Enfim, aqui onde estou tem internet \o/ (então pelo menos responder comentários e até comentar em outros blogs de vez em quando eu conseguirei \o/).
    Kiss
    (sério e me explique essa história de KorraSami ser cannon mesmo, tipo o povo do estúdio confirmou isso!? Ou o que!?).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. HINA-CLONE! *.*

      É canon mesmo, os produtores não puderam passar um certo limite e por isso o relacionamento delas ainda pode ser tomado por amizade, mas já foi confirmado, cá está o link: http://www.mundoavatar.com.br/2014/12/criadores-confirmam-korrasami-na-finale-da-serie/

      Eu gostei de Makorra também, mas depois de pensar bastante, acho que Korrasami fez mais sentido. Precisamente por ser tão natural. A terceira temporada, para mim, foi também a melhor, mas adorei ver como tudo começou e como a korra era impulsiva no começo (na primeira temporada) e também ver como tudo mudou e terminou (e com isso, a quarta). Acho que só não gostei tanto assim da segunda, embora reconheça que tenha tido coisas muito importantes, mas por algum motivo não me marcou do mesmo modo. E eu nem vou comentar o seu ship com o Zaherr -.- >.<

      Lá está, censurar ou recusar passar um desenho destes na televisão é absurdo, principalmente tendo em conta que passam coisas muito piores. Crianças a terem filosofia! Nem algumas pessoas da minha idade sabem grande coisa sobre filosofia! Isso sim, é uma educação incrível, até acredito que deveria ser adotada por mais lugares.

      Não se preocupe, estou habituada às suas aparições misteriosas, então ainda bem que consigo internet para comentar ^^

      Eliminar
  4. Eu estou para começar A Lenda de Korra a muito tempo! Eu assisti A Lenda de Aang inteira e amei demais a série, tem bastante tempo desde que eu vi, mas eu achei as lutas e os poderes incríveis por causa desses movimentos que ora é tão rápido que os olhos mal conseguem acompanhar e ora é de uma leveza linda.
    Depois dessa resenha apenas me deu mais vontade de assistir! Vou caçar um site pra baixar e começar já! Dizem que esse série é mesmo mais voltada para a sociedade em si, o que as vezes pode colocar em questão diversos valores da nossa sociedade atual e o que você disse sobre a série ser censurada para as crianças, eu apenas concordo, elas podem assistir programas sobre sexo, drogas e violência, mas não uma animação que irão fazê-las pensar e questionar a respeito do mundo em que vive -q Que idiotice
    De qualquer maneira, eu darei um jeito de começar a ver essa saga ainda nas minhas férias! São 4 temporadas que realmente valem a pena. Bem, adorei o seu post, a sua resenha está muito completa e a forma como escreve é clara e direta ;3
    Até!
    Zona Neutra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero mesmo que você possa ver as 4 temporadas nas férias, valem imenso a pena, e não são muito longas (cerca de 12 eps cada). Acho exatamente isso que você diz sobre os movimentos, e por algum motivo parece-me que você foi ainda mais direta e clara a descrevê-los do que eu >.< Quanto a censurarem a série, para mim será sempre um absurdo, mais ainda quando depois há adultos a reclamar dizendo que as crianças de hoje em dia não sabem pensar. Impedem-nas de ver coisas em condições! Que atitude tão triste, é mesmo idiota.

      Se depois vir alguma coisa, avise-me :)

      Eliminar
  5. Amei a resenha, Korra é incrível <3 e os vilões e suas ideologias é o que eu mais gosto, já que sou viciada em história. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, mas eu sinceramente não sei de quê que gostoi mais. Você já acabou, ou ainda está a ver? :)

      Eliminar
  6. Minha amiga... Você sabe o quanto eu amo essa série, comecei assistir o primeirinho ainda pela globo, a lenda de Ang foi épico, mas Korra não fica para traz, gente como eu fiquei louco para assistir a próxima temporada quando a terceira acabou, e eu ainda n assisti nenhum episódio da quarta. Quero esperar ela ser finalizada para que eu possa assistir tudinho de uma vez só, porque eu quando começo a assistir um anime, Hum, minha filha eu não paro até eu terminar kkkkkkk.
    Adorei o post e obrigado por ter ocultado os spoilers, n quero ver nada alem do que eu já vi do treiler da quarta temporada (Toph T^T) kkkkkkkkkkkkkkkk.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haha, eu não acompanho Avatar há tanto tempo - nem animes aliás, mas Aang foi precisamente o primeiro "anime" que eu vi. Agora que Korra já está finalizada, acho que finalmente você pode ver, mas não sei como é que resistiu a não ler os spoilers. Eu nunca lhes resisto >.< Enfim, tenho a certeza de que vai gostar muito, até porque o seu gosto para animes tem bastantes semelhanças com o meu. Boa sorte para o seu coração, já vou avisando que ele vai sentir muitas emoções ao mesmo tempo ;)

      Eliminar
  7. Eu ainda não vi esse anime (ou pseud-anime, ou cartoon, mas pra mim, é a mesma coisa, é tudo animação .q), Então eu pretendo ver em breve (depois desse post seu .q). Parece bem legal, eu vi uns episódios quando passava na TV, aparecia um carequinha, KKKKK', mas parece bem legal sim n_n tá na minha lista, mas como eu estou tão atrasada, né? KKKK'

    Bom, eu particularmente acho que as crianças não são atrasadas mentais, pelo contrário, elas são bem avançadas e quem são atrasados mentais são pessoas que dizem dela ser atrasadas -q. As crianças devem aprender o máximo da realidade, porque se nçao não vive (isso é sério)! Eu concordo com o que você disse, no facebook. eu tava dando umas viagens e vi várias pessoas comentando como o anime é bom e sei lá o que, eu vou ver esse anime, desenho ou etc... *p* Parece realmente legal, vou ver é agora, vlw, flw.

    MandesShoujo | [visite]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que seja, é tudo animação ^^

      É MUITO legal, vence até bastantes animes, e fico contente por este meu post a ter convencido. Esse carequinha, caso seja uma criança, é da primeira série, o Aang, mas você pode pular diretamente para a série de Korra. Exatamente, eu também acho que as crianças não são atrasadas mentais e trata-las como se fossem, impedindo-as de ver desenhos que as façam pensar, é ridículo. Não adie, comece a ver o mais depressa possível porque vale a pena :)

      Eliminar
  8. Anónimo4.2.17

    Aang forever and ever! A Lenda de Korra tem seus momentos mas a primeira saga do avatar é a melhor. Pena não ver nenhuma critica construtiva, só vejo elogios e flores para uma série/anime com muitas falhas, eles quiseram fazer muito ou demais para bater a Lenda de Aang, mas nosso Avatar louquinho conquistou o mundo de uma forma simples e cativante, dando lições profundas e de fácil entendimento, sendo para todas as idades. korra é só um desenho que agrada a todos e não impressiona ninguem. Minha opinião! beijos de luz

    ResponderEliminar
  9. sim concordo plenamente que os pais acham que criança sao meio desprovidas de inteligencia por isso eu gosto tanto do universo que bruce timm criou o dc animated universe que ficou entre 14 anos com series como super man tas,batman tas,batman beyond,liga da justiça

    ResponderEliminar

♡ Saiba mais sobre o mim ou sobre o blog através do menu

♡ Quanto a comentários:
» Os pedidos são aceites nos comentários ou na ask (vejam o menu)
» Críticas construtivas são bem vindas. Barracos, não.
» “Seguindo, segue de volta?”, só serão aceites em blogs principiantes – e eu irei confirmar ao blog. Caso contrário será ignorado.
» Deixe o link do seu blog no fim do comentário e eu faço questão de pelo menos visitar e comentar.
» Pode usar estas carinhas:
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †