fevereiro 23, 2014

Gueixas


Okaeri :)

Não sei o que dizer na introdução, a não ser que o tema deste post surgiu depois de começar a ler o livro "Memórias de uma gueixa", de Arthur Golden. Está incrivelmente bem escrito e está a marcar-me muito, portanto resenharei em breve, mas antes disso, irei falar do que são gueixas.

Já ouviram falar delas? Alguns ocidentais idiotas retratam-nas como prostitutas japonesas, mas não tem nada a ver - as gueixas são autênticas damas, que tiveram um treino bem duro e só vão para a cama com quem quiserem. Quem conhecer bem a cultura japonesa saberá como são. E quem não sabe, pode ler o post.




Conceito e história:
Gueixas são mulheres japonesas cujo trabalho é entreter os homens - e como já disse, entretenimento está longe de ser sexo. Na verdade, o termo significa "artista", e elas entretêm festas com música, banquetes, servindo chá, contando e ouvindo histórias... As gueixas tanto sabem falar de banalidades como de política. Aliás, ser gueixa é tão trabalhoso, que no japão é um estatuto de prestígio.

Antigamente, quando as mulheres não podiam entreter ninguém, eram os homens que faziam de gueixas. Gueixas também foram popularizadas quando o estado, para não desvalorizar as prostitutas, criou leis e regras complicadas para as gueixas cumprirem - tornando-as assim um símbolo de curiosidade. Também houve uma fase em que a máscara que elas usavam na pele era venenosa e as geuixas ficaram com grandes problemas de pele. E enquanto que antigamente, as jovens eram ensinadas a partir dos 5 anos, agora treinam a partir dos 15.



Preparação:
O primeiro passo para uma jovem se tornar gueixa é entrar numa okiya. A okiya sustenta-a durante o treino, e quando ela se tornar uma gueixa, parte do rendimento irá para a mesma okiya, para retribuir e saldar as dívidas. Muitas vezes, as aprendizes trabalham como empregadas na okiya em paralelo com o treino. Quem lá vive torna-se a família da jovem, e esta, sendo uma "filha", é chamada de hangioku.

A escola para onde vão chama-se kaburenjo. Elas recebem treinos em artes e música - aprendendo a tocar, por exemplo, shamisen, a dançar e a cantar -, aprendem a ser ótimas anfitriãs e a preparar cerimónias de chá, treinam a caligrafia, aprendem várias línguas, fazer arranjos de flores, andar com graciosidade, dormir sem desmanchar o penteado, servir chá sem molhar as mangas, fazer vários tipos de homens sentirem-se à vontade, saudações, etc... claro, as aprendizagens dependem da fase do treino:

  • Shikomi e Minarai - servas da okiya e observadoras de uma mentora, uma gueixa formada, que lhes transmite ensinamentos mais subtis que não são ensinados na escola, e permite adquirir alguma experiência.
  • Maiko - são aprendizes jovens que frequentam a escola. Ganham um nome diferente.
  • Geiko - quando estão prontas e se tornam gueixas oficialmente, passam pela cerimónia de eriage, "mudança de colarinho", para um branco e mais simples.
  • Iki-iway - quando se aposentam.



Aparência:
As gueixas são facilmente reconhecidas pela sua aparência, mas há duas coisas que quero salientar: que se distinguem das prostitutas porque apertam o cinturão, obi, atrás, enquanto que as prostitutas o apertam à frente porque o desapertam várias vezes (se me faço entender). E depois, as aprendizes usam roupas mais complexas que as gueixas já formadas.

  • Cabelo:
É sempre uma espécia de coque chamado Shimaki, mas há vários tipos. As maiko usam vários penteados - o mais conhecido é Wareshinobu - e são feitos com o próprio cabelo, que deixam crescer previamente. Como demora muito a fazer, para não o desmanchar, dormem com a cabeça numa "almofada especial", um tijolo de madeira com uma cavidade. As geiko podem usar perucas e usam menos penteados - sendo o mais conhecido Ofuku.


  • Quimonos: 
O das maiko tem cauda, mangas enormes, colarinho estampado e um obi largo em cascata nas costas, e é muito colorido. O da geiko é mais discreto, com bordados suaves e colarinho branco. Os quimonos deixam a nuca a descoberto, que no Japão é considerada a parte mais sensual de uma mulher. Feitos de seda, custam cerca de US$ 10 mil. Um funcionário da casa as ajuda a vesti-los, a cessão dura 2 horas que são marcadas com a quiema de incenso.


é fácil saber qual é a geiko e quais são as maikos, certo?

  • Maquilhagem:

A maquilhagem branca é produzida pelas próprias gueixas, e demoram pelo menos uma hora a cobrir o rosto, pescoço e tórax. Antigamente, era venenosa porque era produzida com chumbo. A maquilhagem é posta antes do quimono para evitar sujá-lo. 




Era só isto. Eu já sabia algumas coisas, mas antes de preparar este post, pesquisei muitas mais. Só tenho pena de já não haverem praticamente gueixas nenhumas, elas começaram a desaparecer a partir do século XX no Japão, e são tão bonitas... Acho que vou começar a desenhar gueixas >.<
Créditos: www www

4 comentários:

  1. Eu já tinha ouvido falar deste livro, mesmo que eu não vá ler -tenho um problema de leitura, nunca consigo terminar o livro- seria legal se você o resenhasse.
    Acho as gueixas muito elegantes, gosto muito delas e sempre despertam minha curiosidade, por isso já sabia de metade do que está escrito neste post, eu também sabia dos nomes, mas sempre esqueço, sou péssima pra essas coisas -qq
    Foi legal o post, kissus Any-chan o/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então pronto, vou mesmo resenhar. Assim que acabar, claro, e por este andar demorarei >.<

      Era como eu pensava, muita gente já saberia coisas deste post. Mesmo assim, gostei muito de o fazer. E não é a única que é péssima a decorar nomes, embora eu seja ainda pior com as datas ;)

      Eliminar
  2. Gueixas são incrivelmente talentosas e mal julgadas, realmente! Achei elas incríveis, pois só conhecia o termo gueixa mesmo, mas não sabia de nada que você trouxe aqui e me senti muito curiosa a respeito delas.
    Enquanto lia inclusive pensei em um enredo para uma shortfic envolvendo uma maiko >.<
    Essa ideia me deixou animada! Vou pesquisar mais sobre o assunto (o que incluiu muitas consultas a você - para saber sobre o japão principalmente - e animes >.<) e vou desenvolver a ideia u.u
    Até mais!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uau, uma fic sobre geuixas! *.* Ai, eu quero muito ler fics suas!... Enfim, eu tentei escrever o máximo de informação possível, então não se espante se não encontrar muitas novidades. Pode consultar-me à vontade, não sou nenhuma especialista, mas respondo com muito gosto ^^

      Eliminar

♡ Saiba mais sobre o mim ou sobre o blog através do menu

♡ Quanto a comentários:
» Os pedidos são aceites nos comentários ou na ask (vejam o menu)
» Críticas construtivas são bem vindas. Barracos, não.
» “Seguindo, segue de volta?”, só serão aceites em blogs principiantes – e eu irei confirmar ao blog. Caso contrário será ignorado.
» Deixe o link do seu blog no fim do comentário e eu faço questão de pelo menos visitar e comentar.
» Pode usar estas carinhas:
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †