setembro 28, 2013

Avatar: lenda de aang


Oyahou, minna-chan. Bem, o post de hoje está na tag de animes, mas não é bem... É um pseudo-anime, ou seja, feito no Ocidente, mas com um traço que nos é bem familiar (nós = otakus). A verdade é que esse "desenho" foi o que me abriu a porta para os animes, e o mínimo que eu poderia fazer era falar sobre ele, certo? Vou falar de Avatar - a lenda de Aang. Também há a lenda de Korra, mas essa deixo para quando for concluída.

Outra coisa - se já ouviram falar do filme "Avatar - the last airbender", por favor não vejam, apesar de ser inspirado no anime não tem nada a ver, está muito pior e mal feito, quase ridículo. Respeito quem gosta, mas sinceramente, quem viu o desenho primeiro não pensa assim... Então não julgue esta resenha por aí, ok?

Vamos ver de que trata esse "anime"?


Enredo:
Antes de tudo, o anime está dividido em 3 temporadas, chamadas de livros: O livro 1 é a água, o 2 é a terra, e o 3 é o fogo. Vou revelar o enredo, mas contém spoilers! Podem ler as primeiras linhas, no entanto... e aproveitem para ver os gifs ;)



  • Livro 1 - água
Os avatares são pessoas que dominam os 5 elementos, ar, água, terra e fogo, e espírito, e mantém a paz no mundo. Mas só há 1 avatar de cada vez - quando este morre, reencarna numa pessoa do elemento seguinte, para não haver desigualdades. Mas quando Aang, o avatar atual, descobre que o era antes da idade certa, tem medo e foge, acabando preso num iceberg por 100 anos. Quando é salvo pelos irmãos Katara e Sokka, da tribo da água do norte, descobre que apesar de ter conservado o mesmo aspeto, o mundo andou sem ele - a Nação do Fogo começou uma guerra já avançada pela posse do mundo. Zuko, o príncipe do fogo expulso da Nação, e muitas outras pessoas descobrem do retorno do avatar, e começam no seu encalço - alguns para o capturar, outros para pedir ajuda. Aang, juntamente com Katara e Sokka, passam por muitos lugares e aventuras e adquirem montes de ensinamentos, enquanto se dirigem à Tribo da água do Sul, onde Aang e Katara aprenderiam a dominar a água. Mas lá há uma batalha com que ninguém contava, muito difícil, e que mostra ao Avatar que tem de se apressar.


  • Livro 2 - terra
Aang está decidido a dominar os seguintes elementos de forma a impedir que a Nação do fogo domine o mundo, e pela ordem correta, tem de encontrar alguém que lhe ensine dobra de Terra - essa dobra é bastante contrária à sua natureza, e por isso não é qualquer pessoa que funciona. Aang viaja por vários lugares da Nação de Terra e conhece Toph, uma dobradora de Terra muito forte, mas que era cega, então a sua família (rica) trata-a como uma pessoa fragilizada, sem saberem dos duelos que ela vence. Toph acaba por fugir para treinar o Avatar, se divertir e lutar. Acabam por atravessar um deserto e ficar em Ba Sing Se, recuperam Appa (o bisão voador de Aang que fora capturado), Aang aprende mais sobre o estado de avatar, Katara e Sokka reencontram o pai... Quando Azula confronta Zuko sobre se prefere o lado do Avatar ou o da sua Nação, Zuko escolhe o lado de Azula, ajudando-a a matar o avatar. Mas Katara ressuscita-o com uma água mágica.

  • Livro 3 - fogo
Depois de várias semanas em coma, Aang acorda num navio roubado pelos seus amigos e aliados, e acabam todos por passar uns tempos na Nação do fogo, disfarçados. Viajam por vilas que vão tentando ajudar, Sokka torna-se um espadachim, Katara aprende dobra de sangue e Toph de metal,... Quando o dia da invasão da Nação do fogo chega, Aang não consegue derrotar e senhor do fogo e só as crianças conseguem escapar. Tudo porque o Avatar ainda não dominava o fogo, mas ele vai conseguir quando Zuko se junta ao grupo, arrependido do que fez, e o ensina. A ordem de lótus também os ajuda, e chega finalmente o dia da grande batalha. O lado do Avatar vence e Zuko torna-se o senhor do fogo declarando paz. O anime termina com Aang e Katara a beijarem-se.




Depois de se ver o anime, sugiro que para resolverem as pontas soltas leiam o mangá/ quadrinhos, são 3 volumes, e revelam bastantes coisas importantes. #Fica a dica

Personagens:

Aang - alegre, corajoso, sereno, preocupado com os outros, provocador, inteligente e é o Avatar. É o último dobrador do ar. Gosta de Katara e aproveita sempre que pode para se afastar das responsabilidades.


Katara - gentil, sábia, maternal, generosa, bondosa e um pouco inocente. Mas também é instável e irrita-se com facilidade. Deixa-se cativar com pouco, tem talento para dobra de água.


Sokka - é o irmão mais velho de Katara, com o tempo torna-se um grande guerreiro. Costuma esconder os sentimentos para parecer forte, é sarcástico e engraçado, mas também inteligente. Tímido de vez em quando. Gosta da Suki.


Toph - apesar de ser cega e ao contrário do que as pessoas pensam, ela não é frágil e inútil, e sim uma excelente dobradora de terra E metal, ela é durona, irónica, prática e tem um senso de humor tipo Sokka.



Zuko - banido da Nação do fogo pela sua bondade inocente, decidiu capturar o Avatar e recuperar a sua honra. Tarde descobre que isso estaria errado e decide usar a sua força e bravura para o bem, revelando-se sarcástico e sensível.


Coisas que gosto no anime:

Bem, tem muitas... em primeiro lugar, adorei as cenas de batalha. Porque as personagens juntam dobras de elementos (vá, chamem-lhe magia) + artes marciais, que além de perfeitamente combinadas e terem diferenças subtis entre cada elemento, não são do tipo de poderes que destroem meio-mundo, nem que vêm sem esforço, e as pessoas não lançam "poderes" só com as mãos mas também com os pés - e isso dá um efeito fascinante, sem exagero! 

Depois, adoro o facto de as personagens - demasiado perfeitas e bem caracterizadas para eu poder dizer tudo sobre elas - não deixarem de ser crianças/adolescentes para serem também heróis. Elas aproveitam todos os momentos possíveis para se divertirem, relaxarem, estarem juntos... e o grupo principal é tão unido! Apesar das brigas, apesar das crises de infantilidade, apesar das diferenças,... não conseguiriam viver de novo separados. Isso comove...

Adoro como os inimigos foram retratados - além dos inimigos típicos e frios, temos também os lógicos e os intrinsecamente maus. E temos os que fazem as coisas com e sem motivo. Apesar da Nação do fogo simbolizar o lado mau, tem pessoas desses povos que não são tão cruéis assim - como as próprias amigas da Azula, a minha malvada favorita, e o Zuko, que se revela ainda mais bondoso e sensível que muitas personagens. E há o tio Iroh, claro, mas esse desde cedo dá a entender que só quer uma vida pacífica apesar de ser forte, e deixa claro que por ele não tomaria partido naquela guerra.

Outra coisa incrível foi o desenvolvimento da história e das personagens. Não há um exagero de personagens e é fácil delimitar as principais, o que por si só já denota organização. E tudo progride a um ritmo... aceitável. Não é como quando uma personagem fraca faz um treino intensivo de algo e passa a dominá-lo perfeitamente, pelo contrário as personagens precisam de viver antes de entenderem os ensinamentos. E se compararmos as personagens no final da série com o que elas eram no início... bem, eu fiquei chocada com as mudanças que aconteceram e eu nem notei. Nada como rever a série para ver isso xD

E a história tem tudo o que é preciso: Amizade, romance, aventura, ação, batalhas, poderes, originalidade, progressos, um mundo coerente, personagens cativantes,... encanta-me porque, embora o enredo base não seja assim tão original, foi feito na perfeição e com pormenores inesquecíveis.

Gostaram? Indico muito, como já deu para entender >.<


4 comentários:

  1. Finalmente um anime (ou quase) que eu conheço *-*
    Avatar faz parte da minha infância, assistia pelos canais abertos aqui do Brasil. Mas quando comecei a estudar de manhã, nunca mais consegui acompanhá-lo...
    Me surpreendi sabendo que Avatar era um pseudo-anime, achei que fosse só mias uma desenho animado.
    Se bem me lembro, consegui acompanhar todo os episódios do livro um - água, e me apaixonei pelo anime *-*
    Deu vontade de rever e terminar agora ^^
    Ah, por falar nisso, essa semana arranjei um tempinho e comecei a ver os Animes que indicou naquele post, lembre?
    Comecei por SAO e já estou quase terminando...
    Me apaixonei pelo anime, Any!!!
    É lindo, amei a histórias e os personagens são incríveis, meu preferido é o Kirito u.u
    Vou terminar de ver agora mesmo.
    Ja-nee ^^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que conhece, fico tão feliz por se sentir integrada com um dos posts :3 Devia mesmo terminar de ver, é incrível, melhor que vários animes até. Eu assisti no computador, apenas, e não na infância, mas continua a ser extremamente especial. Com o tempo talvez perceba algumas diferenças entre animes (ou pseudo-animes) e desenhos animados ;) E claro que me lembro desse post! SAO é fenomenal, não é? Podiam haver rapazes como o Kirito *.* ...

      Eliminar
  2. E vi esse anime quando menor, mas não inteiro... Algum tempo, acho que ano passado, eu resolvi vê-lo novamente... Não gostei tanto, para falar a verdade!
    Apesar de ter adorado cada um dos personagens, todos muito bem criados, profundos... emocionantes, a história me entedia, não gostei da trama, apesar de achar que os personagens ficariam muito bons em outros enredos.
    E não, não é preconceito contra animes de luta/ação, adoro muitos mesmo, é um dos meus gêneros favoritos... e só que esse não fez meu tipo, mesmo!

    De qualquer forma, adorei o post e o blog, soube descrever a história/personagens muito bem ^^

    Chu~ | Nostalgie

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada um tem os seus gostos e é bom encontrar quem tem opiniões diferentes, principalmente por você reconhecer que as personagens estão boas, e simplesmente não gostar do enredo. O anime teve algumas partes em que talvez tivesse ficado aborrecida se nem tivesse assistido com a minha irmã, mas como assisti, gostei bastante dele todo :) Que bom que gostou do blog e do post, arigatou :3

      Eliminar

♡ Saiba mais sobre o mim ou sobre o blog através do menu

♡ Quanto a comentários:
» Os pedidos são aceites nos comentários ou na ask (vejam o menu)
» Críticas construtivas são bem vindas. Barracos, não.
» “Seguindo, segue de volta?”, só serão aceites em blogs principiantes – e eu irei confirmar ao blog. Caso contrário será ignorado.
» Deixe o link do seu blog no fim do comentário e eu faço questão de pelo menos visitar e comentar.
» Pode usar estas carinhas:
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †