julho 27, 2013

Fullmetal alchemist VS Fullmetal Alchemist Brotherhood



Ohayou, pessoal! ^^

Contrariamente ao que o título do post deve ter dado a entender, neste post não pretendo apenas travar uma batalha entre as duas adaptações do mangá de Fullmetal Alchemist. Vou referir, sim, todas as diferenças de que me lembrar, mas vou também fazer uma pequena resenha, falar das personagens, parte técnica e tal. Vi ambas, e gostei, embora cada uma tenha os seus pontos fortes e fracos. E embora o anime FMA Brotherhood seja mais fiel ao mangá, a primeira adaptação tem um começo mais tenebroso e detalha melhor as viagens iniciais dos irmãos Elric, o que me faz encarar ambas como um complemento.


Sinopse ~tosca, porque fui eu que fiz:
Dois irmãos, Edward (o mais velho) e Alphonse Elric, viviam com a sua mãe Trisha em Resembool - o pai, um grande alquimista, deixara a família por razões que são explicadas mais tarde nos episódios. Quando a mãe deles morre, desesperados, recorrem ao que sabem de alquimia para tentar ressuscitá-la, ignorando o princípio da troca equivalente: não se pode obter nada sem dar algo de igual valor em troca. Por desrespeitarem o tabu, Ed perde uma perna e cede um braço para recuperar a alma do irmão, colocando-a numa armadura, já que o corpo tinha desaparecido. Aprendendo a lição e determinados a recuperar os seus corpos, Ed torna-se um Alquimista do estado, e começam a viajar em busca da Pedra Filosofal. 

Diferenças:
[Aviso: Nesta parte, há spoilers a partir do tópico das personagens]
  • Pormenores técnicos: FMA, produzido em 2003, foi feito pelo estúdio Bones e alguns outros parceiros. FMA Brotherhood foi feito em 2009, também pelo Bones. 
  • Número de episódios: FMA tem 51 episódios, e FMA Brotherhood tem 64, uma diferença que não afeta nenhum dos animes por estes seguirem um rumo independente a partir de certa altura.
  • Openings/Endings: Sem querer ofender ninguém, mas eu achei as músicas de FMA extremamente irritante e repetitivas. Já as da Brotherhood constam todas entre as minhas favoritas. 
  • Qualidade gráfica: Em FMAB, por ser mais recente, os gráficos são mais brilhantes, os traços são finos e os rostos, ovalados, são fiéis aos da artista (Hiromu Harakawa). Mas, embora eu não gosto do traço carregado do primeiro anime, acho que a coloração escura combinava mais, e que o modelo das caras é mais agradável.
  • Personagens: Algumas mudaram imenso. Um exemplo? Sloth (www)! Ficaram chocados, não foi? >.< Além disso, FMA conta com algumas personagens passageiras que não aparecem no mangá, enquanto que FMAB, mais fiel, adiciona personagens como Ling e May. 
  • Alquimia: Na primeira adaptação há apenas um tipo de alquimia, e um mundo como o nosso para lá dos portões da verdade. Já em Brothehood há um tipo de alquimia chamada Rentanjutsu, e a "verdade", "deus" ou o que for assume uma importância diferente. 
  • Origem dos Homúnculos: Em FMA é criado um homuncúlo sempre que alguém descumpre o tabu da alquimia, e o grupo obedece a Dante, uma "conhecida" de Hohenheim, pai dos irmãos Elric. Em FMAB, digamos que um "clone" do pai deles é que cria os homúnculos como uma forma de se livrar dos 7 pecados.
  • Enredo: FMA começa por seguir o mangá no começo (talvez até metade), mas como o mangá ainda estava em lançamento na altura e os episódios o alcançaram, tomou uma trama independente. Brotherhood é bastante fiel, excepto pelo primeiro episódio, um filler que serve como uma introdução menos parada.
  • Final: Extremamente diferentes, tanto pela história, como pela ambientação. O da segunda adaptação é mais feliz, maduro e suficientemente fechado. Já o de FMA é dramático e deixa pontas em aberto que são esclarecidas no filme Conqueror of Shambala - que eu adorei, mesmo não concretizando EdWin *sentimentos contraditórios*
[Spoilers: OFF. Já pode voltar a ler :) ]

Personagens:
Aqui irei fazer uma seleção de apenas 5 personagens, gómen. Claro que os irmãos Elric e outras das mais importantes são quem consta, mas há uma imensidão de personagens notórias, cativantes, e não menos importantes. Mas não me quero exceder...


  • Edward Elric:
Muito impulsivo, corajoso, divertido, sarcástico, honrado e por vezes tímido, o seu castigo por desrespeitar o tabu foi perder um braço e uma perna, substituídos por automails. Pratica artes marciais quando pode, e faz alquimia sem um círculo de transmutação, tendo se tornado um Alquimista do Estado muito novo. Detesta quando acham que o seu irmão é o Fullmetal alchemist e lhe chamam baixinho. E detesta leite.

  • Alphonse Elric:
O irmão mais novo, é o mais gentil, generoso, e quem melhor entende os pensamentos de Ed. Como castigo por desrespeitar o tabu, ficou com a alma anexa numa armadura, mas graças a isso é muito forte e nunca se cansa, e deixa que pessoas entrem na armadura. O seu aspeto faz com que o confundam com o Fullmetal alchemist.


  • Winry Rockbell:
Amiga de Ed e Al, é amiga deles desde criança e perdeu os pais numa guerra, passando a ser criada pela sua avó Pinako. Gentil, decidida, divertida, energética e compreensível, mas desconta a sua raiva no Ed, de quem gosta no mangá e em FMAB, embora em FMA não seja tão claro. Faz automails cada vez melhores e adora-os.

  • Roy Mustang:
O Flame alquemist, já participou numa guerra e arrepende-se de ter matado inocentes, mas continúa a ser um alquimista do estado e quer subir de hierarquia no exercito. Sempre guardado pela Riza e pelo General Hughes, tem bons amigos, é energético e gentil e, apesar de gostar muito de Ed, trata-o com sarcasmo e frieza, para o testar.



  • General Hughes:
Encarregado do departamento de investigações, é um grande amigo de Roy Mustang e a sua família é mais importante que a própria vida. Sabe ser sério, mas passa o tempo a sorrir, aproveitar a vida, ajudar os outros mesmo sem que o saibam e a gabar a filha Elisia. É um soldado bem invulgar >.<

Minha opinião:
É um dos meus animes favoritos. E já nutri um amor platónico pelo Ed >.< Se bem que o Roy é muito mais bonito...

Surtos à parte, eu realmente sinto-me cativada pela ambientação da série. Embora o anime seja shonen - e como tal, tenha lutas, um protagonista guloso e pouco foco no romance - não há aqueles elementos que eu considero chatos como protagonistas que esbarram no peito das garotas, guerras entre casais (já que os pares são praticamente canon), nem passam o tempo a jogar-nos na cara a frase "eu luto pelos meus amigos". A história tem bastantes características próprias, e merece o meu respeito por isso. Falando em elementos da história, há ainda comédia (muitas vezes salientada pelas caretas do Edward Elric: www), elementos sobrenaturais ou de SciFi, e sangue, o que juntamente com alguns momentos mais dark, me faz achar que a série tomba um pouco para o seinen. Acho os diálogos, confrontos e mistérios bastante inteligentes, e o desenvolvimento pareceu-me assertivo, para ambas as séries. Também presenciamos partes da guerra em Ishval, não ao ponto de se tornar maçadora, apenas os momentos certos para nos atingir, emocionar e fazer compreender algumas das personagens que lá participaram.


Falando em personagens, mesmo que por vezes sejam dominadas por caprichos ou problemas pessoais, são profundas. Ao ponto de não serem aqueles heróis cliché que querem salvar o mundo (ambiciosos desgraçados), e sim, no caso dos irmãos, recuperarem os seus corpos. É um objetivo muito mais egoísta, principalmente depois da asneira que fizeram em crianças, mas que não os impede de serem bondosos. Mesmo quem aparentemente seria uma personagem superficial, que em outros animes serviria de "lembrete" para coisas importantes ou cairia em armadilhas que chamariam o herói  de volta à história, aqui são trabalhadas. E não há aquela necessidade de adicionar cada vez mais personagens para fazer a trama avançar - mesmo que ainda sejam bastantes, chega um ponto onde param de chegar coisas novas e se desbravam caminhos mais antigos abordados na série. Os relacionamentos entre elas também são muito variados: temos alguma romance leve, mas que está claramente lá, amizade de infância, um laço muito forte entre os irmãos, companheirismo entre colegas de trabalho, certas rivalidades "saudáveis", e até mesmo alianças temporárias entre amigos e inimigos.
E eu achei bem original usarem a alquimia como fonte de poder. Na maior parte das histórias é usado chakra, magia, poderes espirituais ou forças relacionadas com Deus/demónios, mas aqui é uma ciência! Bem, talvez vá um pouco além disso, mas até mesmo leis como a da conservação da massa estão presentes, de forma mais ou menos direta. E embora a série comece focada na pedra filosofal, os assuntos vão se expandindo, até estar tudo entrelaçado. Além disso, nada de episódios que só servem de enchimento - todos contém algo importante para a série. É, não quero ofender ninguém, mas mulheres a escrever shonen podem ser tão bem sucedidas ou até melhores do que os homens ;)

Jaa!

2 comentários:

  1. Awww, com esse post deu vontade de ver alguns episódios de novo *u* é mt mt bom! Vi só o FMAB pq me disseram que é mais fiel ao mangá, e adorei! <3 é um dos meus animes favoritos!
    Estou seguindo seu blog :3 Beijos ~
    P.S: fiz uma postagem sobre o meu pequeno hamster ^-^ vê lá dps! > http://enquantoachuvadissolveacidade.blogspot.com/2013/07/o-fantastico-mundo-de-charlie-3.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É dos meus favoritos também, sei que já disse no post, mas adoro afirmá-lo >.< Arigatou por seguir, eu já seguia o seu ;) Já tive 3 hamsters, mas todos morreram. Seja como for, ainda tenho 9 animais em casa xD

      Eliminar

♡ Saiba mais sobre o mim ou sobre o blog através do menu

♡ Quanto a comentários:
» Os pedidos são aceites nos comentários ou na ask (vejam o menu)
» Críticas construtivas são bem vindas. Barracos, não.
» “Seguindo, segue de volta?”, só serão aceites em blogs principiantes – e eu irei confirmar ao blog. Caso contrário será ignorado.
» Deixe o link do seu blog no fim do comentário e eu faço questão de pelo menos visitar e comentar.
» Pode usar estas carinhas:
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †