junho 25, 2013

Sobre contos de fadas & realidade vs imaginação


Omedetou, unicórnios, hoje trago uma daquelas reflexões enfadonhas que ultimamente tenho usado para consciencializar as pessoas, mesmo sabendo que é o tipo de post que não traz grandes leitores devido ao texto extenso. Mas eu gosto, e acho que este tipo de opiniões devia ser repassado, então estou cumprindo a minha parte (deicid usar "cumprindo" pq ultimamente tenho escrito mais à Portugal ;D).

Então, desta vez será sobre contos de fadas & realidade vs imaginação.


Primeiro, os contos de fadas. 
Algumas pessoas conhecem-nos graças à Disney. Gostam das princesas, da magia cheia de pós brilhantes e do final "e viveram felizes para sempre", nem que seja porque lhes lembram a infância. Mas, o que muitas pessoas desconhecem, é que os contos de fadas, inicialmente contados pelos irmãos Grimm, não eram planejados para crianças - esse contexto na altura nem existia, na verdade - e portanto os contos terminavam com finais drásticos

Então, quer saber quais eram as versões originais dos contos? Alguns exemplos neste post do Joven Clube|| com "N": www - Um dia destes irei fazer um post com todos os contos originais.

Dramáticos, não?

Large

Bom, os conceitos Disney, por muito que preservem a inocência das crianças, começam a deixar de fazer sentido aos mais velhos. Por vários motivos:
  • Apercebem-se de que a vida não é um conto de fadas
  • Não há príncipes nem princesas
  • Ninguém salva ninguém dos problemas em que se metem 
  • O amor raramente é eterno
  • As histórias não têm lógica: correr pelas escadas abaixo só com um sapato e nem perceber? Ser achada por anões que não matam a rapariga nem assediam?
  • Não temos fadas madrinhas
  • As "bruxas más" reais são certamente piores que as apresentadas
  • Tudo o que lá acontece é demasiado surreal, místico e belo
Sim, sonhar é bom. Sim, sonhar permite-nos ter ambições e objectivos, faz-nos trabalhar em função de um fim, mas se não forem sonhos possíveis, só nos deixarão a sofrer. Se forem sonhos distantes, deixar-nos-ão à espera. Se forem sonhos difíceis, podem exigir demasiado de nós para que os consigamos obter. E depois ainda há aqueles sonhos passageiros. Pior, há aqueles que concretizar implica abandonar quem sempre nos amou e cuidou de nós - isso seria frequente quando o sonho é viver ao lado de quem amamos. Muitas raparigas correm atrás de quem amam e não de quem as ama, e isso faz com que mais tarde até entrem em depressões.


Depois, se não concretizarem os seus sonhos, passam-se para o lado dos maus. Ou não, embora secretamente, dolorosamente ou pelo motivo que for, comecem a apoiá-los um pouco. Nem sempre começam a fazer asneiras nem a arruinar a própria vida, mas começam a ter gostos por coisas também não reais, mas em substituição da felicidade da Disney. Como:
  • Histórias com vampiros, zombies, lobisomens ou anjos-negros
  • Muito sangue
  • Muitas lutas e perigo
  • Personagens corajosas que enfrentam os seus medos
  • Problemas dramáticos
Imagino que muitas pessoas identifiquem os seus próprios sentimentos com os dessas personagens com medos válidos e a coragem de acordar todos os dias e enfrentar de espada na mão os seus problemas. Mas, daí a viciarem e não permitirem que a sua própria felicidade entre na sua vida também é demais. As princesas disney também enfrentaram os seus problemas! Afinal, por pequena que uma dificuldade seja, para quem lida com ela é sempre um desafio enorme...


Todos os dias de luta são dias de glória, de vitória. Imaginar é lindo, e deve ser mantido. Para que um dia se possa viver dois tipos de sonhos - o real, em compensação do esforço e trabalho do dia-a-dia, e o da nossa imaginação, e compará-los vendo que nem sempre são necessários príncipes encantados ou fadas madrinhas para nos fazer verdadeiramente felizes, nem para nos fazerem sentir fortes ao enfrentar todos os novos obstáculos que vão aparecendo.

A realidade é dura. É cruel. Pior que tudo, não é justa.
Enfrentá-la é o que faz de nós pessoas fortes, e se lutarmos pela justiça, não a nossa própria, mas a dos outros e principalmente a de quem nos ama, deve ser motivo de orgulho.

Não precisamos de príncipes para nos vir salvar. Somos as heroínas da nossa própria vida.

4 comentários:

  1. Amei o post^^
    Amo postagens longas, reconheço o trabalho que da para fazê-las...
    amei essa parte"Sim, sonhar é bom. Sim, sonhar permite-nos ter ambições e objectivos, faz-nos trabalhar em função de um fim, mas se não forem sonhos..." Você é poeta^^

    Kissus Any-chan

    http://garotasqcurtemanime.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Arigatou :3 Poeta não digo, mas eu estou a escrever um livro ;)

      Eliminar
    2. Que legal~~
      Eu já escrevi um livro, demorou uns 7 meses, aí tive que formatar o pc, e me esqueci de salvar o arquivo em outro local... Choro até hoje

      Eliminar
    3. Oh, eu já passei por isso :( acho que só não entrei em pânico porque não era bem um livro e sim um conto, na altura, mas desde então tenho escrito tudo à mão - pelo menos está seguro ;)

      Eliminar

♡ Saiba mais sobre o mim ou sobre o blog através do menu

♡ Quanto a comentários:
» Os pedidos são aceites nos comentários ou na ask (vejam o menu)
» Críticas construtivas são bem vindas. Barracos, não.
» “Seguindo, segue de volta?”, só serão aceites em blogs principiantes – e eu irei confirmar ao blog. Caso contrário será ignorado.
» Deixe o link do seu blog no fim do comentário e eu faço questão de pelo menos visitar e comentar.
» Pode usar estas carinhas:
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †