outubro 30, 2012

Português vs Brasileiro


Ohayou, minnas! 


Algumas pessoas não sabem ainda, mas eu sou de Portugal. Para esclarecer as coisas, nunca devem ter notado porque eu tento dar um ar de brasileira nas minhas postagens, uma vez que em Portugal não há muitas pessoas fãs de blogs. Então eu decidi me inspirar nisso para escrever aqui no blog. O que eu quero dizer com isto é que vou dedicar este artigo a apontar as diferenças entre Português de Portugal e português do Brasil.


  • A ordem das palavras:
Uma das coisas que eu mais tenbho de alterar quando escrevo aqui no blog é a ordem das palavras. Por exemplo, quando temos um pronome e um verbo. Enquanto que no Brasil vem primeiro os pronomes, nós escrevemos os pronomes depois do verbo e ligamos com um hífen.
Ex: Brasil: Ele me deu, ele te deu, etc...; Eu te amo; Portugal: Ele deu-me, ele deu-te etc...; Eu amo-te;


  • O uso de gerúndio:
No Brasil vocês usam o gerúndio para quase tudo, no entanto em Portugal é muito raro e por vezes incorreto usá-lo. Nós usamos mais o verbo no infinitivo.
Ex: Brasil: Eles estavam dançando; Portugal: Eles estavam a dançar. 

  • A pronúncia:
É uma das coisas mais estranhas, entre o Brasil e Portugal há quase uma rivalidade na pronúncia. Claro que só tenho a opinião que tenho porque sou portuguesa, mas para mim vocês carregam muito nas letras, o nosso sotaque é mais monocórdico, menos acentuado. No exemplo usarei, no Brasileiro, como soa aos portugueses, e no Português, como soaria aos Brasileiros.
Ex: Brasil: Sántá Cátariná; Máis; Méismo; Portugal: Sântâ Câtârinâ; Mâs; Mêsmo

  • Tu e você:
Pois essa diferença está sempre presente. Enquanto nós dizemos tu, no Brasil diz-se você...
Ex: Brasil: Você sabe desenhar? Portugal: Tu sabes desenhar?

  • O vocabulário:
É a maior diferença de todas, temos muitas palavras que não têm nada a ver: ônibus»autocarro, banheiro»quarto/casa de banho,... até expressões como Colar na prova»fazer cábulas. Não vou estar a escrever tudo, então quem quiser veja na tia wikipédia, fica um bocado abaixo na tabela onde diz Neologismos: www Além disso, no caso de aqui existirem duas palavras para a mesma coisa, acontece muito em Portugal ser mais recorrente a menos comum no brasil. Por exemplo, aí costumam usar menina, aqui toda a gente diz rapariga.

Então, gostaram?


10 comentários:

  1. Realmente a maior diferença entre o português brasileiro e de Portugal é a pronuncia.

    Eu sou brasileira. E vou ser sincera, eu invejo o sotaque bonitinho que vocês portugueses tem. *3*

    obs: realmente é MUITO dificil ver um blog escrito em português de Portugal. u.u

    beijos

    ResponderEliminar
  2. Arigatou, eu sinceramente também gosto da minha língua tb. Quanto aos blogs, é uma prova de algo que eu não gosto em Portugal, é que investem pouco em cultura e portanto as pessoas não gostam de escrever nem saber coisas. Bjos

    ResponderEliminar
  3. Acho tambem q a pronuncia é a maior diferença, mas acho sotaque português tão fofo, eu sempre brinco com a minha irmã com isso, tipo, eu pergunto ''como é chiclete?" ai ela tem q adivinhar. kkkkk. Sempre quiz ir a portugal, acho que é um pais muito lindo! E tem sorte, pq em portugal as quatro estações são bem definidas e aqui no Brasil é muito quente, principalmente agora. Bjs!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Own, obrigada! Se quiser, posso fazer uma postagem com alguns lugares de Portugal, realmente temos as estações bem definidas. E temos um bocado de tudo: mar, florestas, calor, campos, neve, montanhas, tudo num país pequeno. Então, é só pedir

      Eliminar
    2. Sim, eu adoraria q vc fizesse uma postagens sobre os lugares mais bonitos de Portugal, principalmente sobre as florestas e Montanhas. Bjos!n

      Eliminar
    3. Vou planeando então :) Kissus

      Eliminar
  4. Tens uma seguidora portuguesa *-* Amei o blog *---* Bj c:

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Arigatou gozaimasu :3 É sempre bom encontrar alguém de Portugal ^^

      Eliminar
  5. Que foda esse post! Eu tava meio que terminando de ver sobre seu about -e aliás, os links do último quadro não funfam ;-; - e achei esse post aqui. Foi bem interessante quando eu vi que você era portuguesa e não brasileira xD E agora que eu estou vendo que você deve achar meu vocabulário um lixo - e realmente ele é meio podre pra comentar - mas espero que esteja entendendo tudo!
    Aqui no Brasil a gente zoa a nós mesmos com sotaque; de diferentes regiões. Claro que eu já tive aula de língua portuguesa que que falava sobre "dialeto" e não "sotaque" alguma coisa assim, mas entrou por um ouvido e saiu pelo outro =.=' DJADHÇJKASDHAJKÇSHÇSAKJDHASDHASKÇDKDHAKÇJAHD
    Eu tenho a impressão de que eu falo em vez de "Sántá Cátariná; Máis; Méismo"; fica algo como "Sânta Cátariná, Máis (esse é assim mesmo HHAAHAH), "Mêsmo". Acho que quando eu morava na região de São Paulo (agora moro no Paraná) eu ouvia muito "méismo", e isso irritava um pouco; até porque eu sempre falei "mesmo". Eu uso muitas gírias, e aqui no brasil pelo menos há diversos deles que dificultam os estrangeiros -até mesmo os de portugal, creio - de nos entender com facilidade; além de, é claro, as palavras que nós "encurtamos" na pronúncia (apesar de que não é a única língua que faz isso). Já viu uma página no face/blog chamada "Japonês em Porto Alegre"?? Eu recomendo dar uma olhada por curiosidade, é muito engraçado o japonês apontando as coisas estranhas do BR sendo que a gente acha tão normal! Eu entendo um pouco ele porque quando eu aprendi a escrever português; ficava na dúvida e por diversas vezes escrevia como se pronunciava, e não como se de fato é a grafia correta. Eu tagarelava - isso é de anos, jesus, eu tinha menos de 11 anos HJDSAHDJKÇDA - no orkut conversando e isso me ajudou muito, porque eu peguei mais essa diferença entre pronúncia x grafia. Amo esse post aqui dele, do japones -> https://www.facebook.com/146534845413924/photos/a.496499803750758.1073741828.146534845413924/707374262663310/?type=1 me faz repensar no quanto é difícil eu mesma entender a minha língua. Eu leio vários livros e minha comunicação oral é falha. Eu não falava muito no colégio e por problemas, nem me pensava em ouvir a conversa alheia -mas confesso que isso não escapa dos ouvidos, às vezes, brasileiros gostam de falar gritando! - e na hora de por exemplo, eu entender algum pedido feito pela minha patroa, uma explicação de algum conteúdo da escola ou mesmo alguma coisa falada em outros termos do que a escrita, me saio muito mal. E isso implica em não poder fazer grandes coisas, ou perguntar e ficar com cara de burra publicamente. Eu odeio constrangimentos, e não aguento alguém tirando sarro ou me dando esporro por eu simplesmente não ter entendido o modo que a pessoa pede algo e/ou explica algo. Pra mim é difícil viver sem os parágrafos que separam cada parte de uma explicação, os pontos finais das frases que terminam um assunto para começar outro ou os pontos-vírgulas para finalizar um tópico e inserir outro no mesmo assunto; sem deixar confuso. E quando eu penso, não sei vocês; geralmente eu "vejo" as palavras passando, como se fosse uma leitura dos meus próprios pensamentos por escrito -de certo, não é todo o tempo isso, mas em sua maioria é - do que simplesmente falar o que pensa. É uma dificuldade enorme essas pequenas coisas e faz tanta diferença na hora da fala! LOL Por isso que eu achei tão legal esse post xD Tipo, dá pra ver as diferenças que parecem que são poucas, mas mesmo até chagr na hora da fala já encontramos diversos problemas de entendimentos que alguns não conseguem entender o sentido da frase apenas por isso XDD
    Bye Bye Any-chan (te chamarei assim JHDSAJKDA) sorry o comentário meio longo e meio nada a ver com nada (???) klkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderEliminar
  6. Nao podemos esquecer que a lingua portuguesa aqui no Brasil sofreu influencia do tupi guarani a lingua dos indios e das pequenas colonizaçoes que tivemos ao decorrer da nossa historia

    ResponderEliminar

♡ Saiba mais sobre o mim ou sobre o blog através do menu

♡ Quanto a comentários:
» Os pedidos são aceites nos comentários ou na ask (vejam o menu)
» Críticas construtivas são bem vindas. Barracos, não.
» “Seguindo, segue de volta?”, só serão aceites em blogs principiantes – e eu irei confirmar ao blog. Caso contrário será ignorado.
» Deixe o link do seu blog no fim do comentário e eu faço questão de pelo menos visitar e comentar.
» Pode usar estas carinhas:
=((•̪●))= ๑(•ิ.•ั)๑ ٩(●̮̮̃•̃)۶ ε(●̮̮̃•̃)з ٩(×̯×)۶̿ ┌∩┐(◣_◢)┌∩┐ ⊙▂⊙ ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙▽⊙ ⊙﹏⊙ ⊙△⊙ ◑▽◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ●︿● ●ω● ●﹏● ≧▂≦ ≧︿≦ ≧ω≦ ≧﹏≦ ≧▽≦ >︿< >ω< >﹏< >▽< ≡(▔﹏▔)≡ (¯▽¯;) <(“”"O”"”)> (-__-)b (;°○° ) \( ̄︶ ̄)> <( ̄︶ ̄)/ (/≧▽≦/) \(≧3≦)/ \(≧ω≦)/ o(≧ω≦)o o(≧o≦)o ㄟ(≧◇≦)ㄏ ╮(╯▽╰)╭ ╮( ̄▽ ̄)╭ (~o ̄▽ ̄)~o ~ 。。。(~ ̄▽ ̄)~[] (╯-╰)/ (*^3^) 'U_U ♪ ♥ ஐ ▲☼゚ ♣ (๏̯͡๏) †